sinopse do filme

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (734 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de julho de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto



Escravidão no Brasil hoje

Sociologia

26/06/2013

Thiago Fernandes Vicenzi.



A crescente demanda por mão de obra no país, resultante da expansão econômica na última década, temexposto imigrantes de várias nacionalidades a condições de trabalho análogas às da escravidão – servidão por dívida, jornadas exaustivas, trabalho forçado e condições de trabalho degradantes.
SegundoRenato Bignami, coordenador do programa de Erradicação do Trabalho Escravo da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) em São Paulo, o número deestrangeiros resgatados no Estado vem aumentando.
Ele afirma que, desde 2010, quando começaram as operações de combate ao trabalho escravo voltadas exclusivamente para estrangeiros, 128 bolivianos e umperuano foram resgatados no Estado de São Paulo, que concentra o maior contingente de trabalhadores estrangeiros do país.
Todos eles foram encontrados em oficinas de costura ilegais, terceirizadas porconfecções contratadas por marcas conhecidas, como Zara, Cori, Emme e Luigi Bertolli.
“O número de resgatados está crescendo por causa de dois fatores: por um lado aumentou o interesse dosestrangeiros pelo Brasil, que muitas vezes entram de maneira irregular e se envolvem em condições de trabalho degradantes. Por outro, intensificamos as fiscalizações. Logo, a tendência é encontrarmos cada vezmais estrangeiros de nacionalidades variadas vítimas desse crime”, afirma o auditor-fiscal.
Ele estima que 300 mil bolivianos, 70 mil paraguaios e 45 mil peruanos estejam vivendo na regiãometropolitana de São Paulo, a maioria sujeita a condições de trabalho análogas à de escravo.
Além dos 128 bolivianos e um peruano resgatados em São Paulo, cerca de 80 paraguaios foram libertados de duas fazendasno Paraná em duas operações desde outubro do ano passado, segundo informações da ONG Repórter Brasil, que investiga o tema há mais de uma década.
Mas os imigrantes sul-americanos não são as únicas...
tracking img