Sinopse do filme carandiru

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1141 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A sinopse abaixo transcrita foi retirada do site oficial do filme Carandiru
http://carandiru.globo.com/
“Numa cela da Casa de Detenção de São Paulo, o popular Carandiru, dois detentos (Lula e Peixeira) se enfrentam num acerto de contas. O clima é tenso. Outro detento, Nego Preto, espécie de "juiz" para desavenças internas, soluciona o caso em tempo de dar "boas vindas" ao Médico, recém- chegadoe disposto a realizar trabalho de prevenção à AIDS na penitenciária.
O Médico depara-se, no maior presídio da América Latina, com problemas gravíssimos: superlotação, instalações precárias, doenças como tuberculose, leptospirose, caquexia, além de pré-epidemia de Aids. Os encarcerados lamentam, além da falta de assistência médica, de assistência jurídica. O Carandiru, com seus mais de sete mildetentos, constitui-se em grande desafio para o Doutor recém-chegado. Mas bastam alguns meses de convivência para que ele perceba algo que o transformará: mesmo vivendo situação-limite, os internos não são figuras demoníacas. No convívio com os presos que visitam seu improvisado consultório, o Médico testemunha solidariedade, organização e, acima de tudo, grande disposição de viver.
Oncologistafamoso, habituado à mais sofisticada tecnologia médica, o Doutor terá que praticar sua medicina à moda antiga, com estetoscópio, sensibilidade e muita conversa. O trabalho começa a apresentar resultados e o Médico ganha o respeito da coletividade. Com o respeito, vêm os segredos. As consultas vão além das doenças, pois os detentos começam a narrar histórias de vida. Os encontros na enfermariatransformam-se em "janelas" para o mundo do crime.
A narrativa do filme arma-se como um quebra-cabeça. Uma história encaixa-se na outra para formar painel realista da tragédia brasileira. Com o Médico, o espectador acompanha os movimentos cotidianos dos presos, até a eclosão - em dois de outubro de 1992 - do mais terrível abalo da história da Casa de Detenção de São Paulo: o Massacre do Carandiru”.Análise Jurídica:
Para podermos fazer uma análise jurídica sobre o filme devemos inicialmente separar o estudo nos enfoques a serem estudados.
Inicialmente faremos uma ligação do filme com o Direito Penal. Posteriormente falaremos sobre o Direito Constitucional e a criação do direito alternativo dentro do complexo Carandiru, e em seguida abordaremos o massacre e sua relação com os Direitos humanos.O filme Carandiru mostra uma triste realidade enfrentada pela sociedade brasileira. O despreparo do sistema carcerário e penitenciário ficam mais que evidentes na obra de Babenco. Celas superlotadas, instalações precárias, propagação de doenças sexuais como a AIDS são rotina dentro da casa de detenção.
Por ser uma casa de Detenção o Carandiru não possuía criminosos condenados. Na verdade láhaviam criminosos esperando que a sentença transite em julgado, ou seja que sejam definitivamente condenados. No filme o médico Dráuzio Varella diz que em Carandiru ninguém é culpado. Pode-se entender essa afirmação dele de duas formas. A primeira é que como a maioria dos detentos ainda não tem a sentença transitada, há a possibilidade de deferimento do recurso e dessa forma ganha-se a liberdade. Ouseja eles legalmente não estão cumprindo pena, apesar do tempo passado lá dentro contar para a diminuição posteriormente. Outro enfoque sobre que “ninguém é culpado” é que na verdade a “culpa” é da sociedade que simplesmente não consegue repartir de modo igualitário a renda, fazendo surgir no seio da sociedade camadas de população miserável que na busca de sobrevivência se entregam ao mundo docrime.
Fica claro portanto que desde a tomada do poder pela burguesia o que se tem na verdade é um sistema de manutenção do poder nas mãos da classe dominante, e as leis, com raras exceções, foram criadas com a finalidade de sustentar os economicamente favorecidas no topo da pirâmide. Com a globalização e o capitalismo exacerbado os problemas aumentaram e junto com eles as desigualdades sociais....
tracking img