Sindrome

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1754 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Desenvolvimento da criança com Síndrome de Down de 0 a 6 anos
Podemos ver estudando este tema A Síndrome pode interferir diretamente no desenvolvimento global da criança podemos ver que existem concepções equivocadas em relação aos portadores de SD uma dessas concepções é de que a criança com SD e totalmente incapaz por algumas limitações orgânicas, motora e cognitiva. Em meados do século XIXcatalogavam as crianças com síndrome como uma sub raça uma espécie mongolóides, e podemos ver que como qualquer pessoa apresenta pecularidades de em seu desenvolvimento como as crianças com SD.
 O desenvolvimento da criança com Síndrome de Down é bastante semelhante com as demais crianças "ditas normais".
 o desenvolvimento cognitivo e afetivo encontram se respaldados através da relação dosujeito com o meio .
Consideramos O meio como os aspectos físicos, dos espaços, as pessoas próximas, a linguagem e os conhecimentos próprios a cada cultura formam o contexto do desenvolvimento.
Primeiro estagio da vida no qual Piaget denomina como Sensório-motor correspondente à idade entre zero e os dois anos. Nesta fase, a inteligência se caracteriza de maneira empírica, exploratória, não verbal,no qual criança aprende pela experiência, examinando e experimentando os objetos ao seu alcance. Somando conhecimentos e estabelecendo uma relação entre ela e o social
Nesta fase para as crianças com a sindrome esta fase, especificamente, se difere muito das crianças sem síndrome, pois sua formação física não lhes oportuniza em responder espontaneamente ou de maneira semelhantes aos estímulosmotores e sociais. Exemplo, são para os recém-nascidos que de forma geral, apresentam a falta de habilidade em sugar o seio materno, pois sua formação consiste numa fraqueza no tônus muscular (hipotonia) que os impede de exercer as funções de sugar ou deglutir como acontece normalmente nas crianças dessa faixa etária.
teoria do desenvolvimento sócio-interacionista que indica o meio como um agenteprimordial para o avanço cognitivo assim como o motor e o afetivo, pois um ambiente favorável e rico em recurso facilitará e ampliará as possibilidades dos indivíduos. modificar os padrões de aprendizagens (Zansmer; 2005), tanto para criança com síndrome quanto para os normais serão necessário uma intervenção direta neste processo. No caso das crianças normais essa mediação será feita pela mãe e/oufamília, e para os deficientes necessitarão da intervenção profissional de terapeutas (fisioterapeuta, terapia ocupacional, fonoaudiólogo, psicólogo entre outros), com o propósito de ajudar os pais e/ou responsáveis com auxílio de técnicas que ajudam as crianças sindrômicas a interagirem com um maior nível de interesse, atenção e habilidade
Foremam e Crews em 1998 começaram a usar um sistemadiferenciado para comunicação aumentativos/ alternativo que seria o uso de imagens e gestos associado a linguagem ainda não desenvolvida em bebes e crianças ate 03 anos de idade pode melhorar a comunicação e os padrões de linguagem mais ai entra três pontos de questionamento que a criança apode ficar preguiçosa com a linguagem oralizada, o pré conceito social em relação a pessoas que usam gestospara se comunicar e a dificuldade da família em aprender os sinais , mais ainda defendem que a criança compreende mais do que conseguem expressar e as crianças que foram expostas a este processo se mostram mais seguras e menos frustradas

 A criança com Síndrome de Down - como qualquer outra - esta apta a aprender ao nascer, seu agravante neste processo é o atraso do desenvolvimento motor

Estastécnicas são denominadas como intervenção ou estimulação precoce que pode focalizar a melhoria do desenvolvimento Sensório Motor que como referido por Piaget são reflexos neurológicos básicos, ou seja, é quando o bebê começa a construir esquemas de ação para assimilar mentalmente o meio, este contato é direto e imediato, sem representação ou pensamento. Nas crianças normais isso segue uma...
tracking img