Sindrome alcoolica fetal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1070 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Síndrome do Alcoolismo Fetal (SAF) e seus Efeitos
Fisiológicos
Uelma Lourdes Rodrigues de Carvalho1, Leandra Tamiris de Oliveira Lira2, Péricles Luiz de Araujo Paula3 e Anísio
Francisco Soares4.

________________
1. Primeiro Autor é Graduando do Curso de Ciências Biológicas Licenciatura e Monitora do Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal,
Universidade Federal Rural de Pernambuco.Rua Dom Manoel de Medeiros, Recife, PE. E-mail: uelma_lourdes@hotmail.com
2. Segundo Autor é Graduando do Curso de Ciências Biológicas Licenciatura e Monitora do Departamento de Educação, Universidade Federal Rural
de Pernambuco. Rua Dom Manoel de Medeiros, Recife, PE.
3. Terceiro Autor é Graduando do Curso de Química Licenciatura, Universidade Federal Rural de Pernambuco. Rua Dom Manoel deMedeiros,
Recife, PE.
4. Quarto é professor adjunto do Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal, Universidade Federal Rural de Pernambuco. Rua Dom Manoel de
Medeiros, Recife, PE.
Introdução
A Síndrome do Alcoolismo Fetal (SAF) consiste
em um conjunto de anomalias físicas, comportamentais
e cognitivas intimamente ligadas com a exposição do
feto ao álcool. O álcool principalmente oetanol quando
consumido vai ser absorvido no intestino delgado pelos
enterócitos, e levados pela veia porta ao fígado, que vai
ser então oxidado e transformado em acetaldeído e
depois será convertido em acetato. O álcool excedente
vai ser eliminado pelos rins, e se eventualmente voltar
para o fígado vai ser transformado em água e gás
carbônico, sendo eliminado pelos pulmões [1]. O
consumo deálcool excessivo durante a gravidez
malefícios ao concepto como: o aborto espontâneo,
malformação, distúrbios mentais, retardo no
desenvolvimento e da maturação psicomotora,
alterações faciais, alterações endócrinas fetais,
transporte de aminoácido pela placenta, redução da
absorção de nutrientes alterações do metabolismo
hepático materno. O consumo de etanol durante a
gestação envolve umgrande risco devido à
embriotoxidade e teratogenicidade fetal que a ele estão
relacionados, de acordo com o que se encontra
documentados em literaturas transformando – se em um
sério problema de saúde pública [2,3]. É importante
salientar os mecanismos fisiológicos do álcool sobre o
sistema nervoso do feto, isto inclui interferências: do
processo de maturação neuronal e migração das
células,como também na mielinização, na adesão
celular, alterações da membrana celular e na produção
de respostas aos fatores que regulam o crescimento e a
divisão celular, e interfere também na regulação do
Cálcio intracelular e produções de radicais livres. O
mecanismo fisiológico de nutrição fetal caracteriza – se
a partir do momento da fecundação, na relação de
dependência entre a mãe e o novoser que começa a se
desenvolver, o que constitui, na realidade, a integração
de dois seres em um mesmo organismo, suscetível a
todas as ações ou influências que venham envolve – lo
[2].
O objetivo deste projeto é conscientização com
relação aos problemas causados pelo uso de álcool
durante o período gestacional. Utilizando – se da
fisiologia, entre outros, como mecanismos para o melhorentendimento sobre a SAF.
Material e métodos
O presente estudo foi realizado no mês de maio no ano
de 2008, na Universidade Federal Rural de Pernambuco
(UFRPE), na cidade do Recife – Pernambuco (PE). Como
material de apoio foram utilizado revistas cientificas,
artigos, livros, monografias, dissertação de mestrado, como
também conversas informais com professores de
Bioquímica e QuímicaOrgânica para compreendermos
melhor os efeitos do álcool no nosso organismo, tendo em
vista uma abordagem mais significativa com relação às
conseqüências fisiológicas do álcool no feto. Realizou – se
uma entrevista (composta por quatro perguntas) no Posto
de Saúde da Família do Alto Dois Irmãos, município de
Paudalho – PE, no dia 21 de maio de 2008. Teve – se como
objetivo registrar as...
tracking img