Simulação empresarial

Páginas: 11 (2653 palavras) Publicado: 18 de outubro de 2011
[pic]

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
CIÊNCIAS CONTÁBEIS

PEDRO HENRIQUE SABATER

simulação empresarial:
UMA ANÁLISE DA TEORIA DOS JOGOS E DO TEOREMA DE EQUILÍBRIO DE NASH NO DIA-A-DIA CONTÁBIL/EMPRESARIAL

Wenceslau Braz
2009
pedro henrique sabater

simulação empresarial:
UMA ANÁLISE DA TEORIA DOS JOGOS E DO TEOREMA DE EQUILÍBRIO DE NASH NO DIA-A-DIA CONTÁBIL/EMPRESARIALTrabalho apresentado ao Curso de Ciências Contábeis da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina Contabilidade e Orçamento Público.

Orientador: Prof. Marcelo Resquetti Tarifa

Wenceslau Braz
2009

sumário

1 INTRODUÇÃO 3

2 teoria dos jogos e simulação empresarial 4

2.1 Origem da teoria dos jogos e dasimulação empresarial 4
2.2 Teorema de equilíbrio de nash 7

3 vinculação da teoria dos jogos e simulação empresarial no contexto contábil/empresarial 9

3.1 Jogos de empresa ou simulação empresarial? 10

4 conclusão 11

INTRODUÇÃO

Num mundo globalizado e de alta turbulência, onde dificilmente as decisões em uma empresa se repetem da mesma forma como preconizadasem algum manual de teorias pré-existentes, fica evidente a necessidade de uma metodologia de ensino que propicie ao aluno o aprender a pensar e a tomar decisões de forma rápida e com alto grau de precisão.
Dentro deste contexto surge a técnica de simulação empresarial, que está sendo utilizada com muito sucesso para o treinamento e desenvolvimento gerencial. Esta técnica capacitaestudantes e também profissionais do mercado de competência intelectual, habilidade estratégica e visão empresarial.
Neste trabalho será apresentado de forma objetiva a Teoria dos Jogos e Simulação Empresarial e a sua aplicabilidade no mundo empresarial como ferramenta de capacitação e melhoria de pessoal.

teoria dos jogos e simulação empresarial

1 Origem da teoria dos jogos eda simulação empresarial

Devido à falta de interesse científico, até 1920, não haviam análises técnicas adequadas para estudar estratégias de jogos.
Os jogos de tabuleiros, dados, cartas, ou em geral, os jogos de salão, divertem a humanidade desde a formação das primeiras civilizações, por colocarem as pessoas em situações nas quais vencer ou perder dependem dasescolhas feitas no início das partidas, sendo assim, o jogo se tornou uma ferramenta para o desenvolvimento das pessoas, mas só despertou interesse após muito tempo, com o surgimento da teoria da probabilidade.
Os estudos sobre a teoria da probabilidade tiveram inicio com o filósofo, matemático e físico francês Blase Pascal, juntamente com o matemáticofrancês Fermat, através desses estudos desenvolveram a teoria da probabilidade em jogos de azar utilizando regras matemáticas.
Em seguida Antoine Augustin Cournot (1801-1877), matemático francês, com estudo da análise do ponto de equilíbrio nas estratégias de jogos, formalizou um conceito especifico de equilíbrio, ou seja, aplicados em casos particulares, que mais tardefoi generalizado por John Forbes Nash Jr.
Mas o marco inicial da teoria dos jogos foi quando John Von Neumann (1903-1957), matemático húngaro-americano, provou o teorema minimax, segundo este teorema há sempre uma solução racional para um conflito bem definido entre dois indivíduos cujos interesses são completamente opostos, teorema deixado aberto pelomatemático francês Émile Borel (1871-1956).
A solução foi publicada no artigo Zur Theorie der Gesellschaftsspiele (Sobre a Teoria dos Jogos de Estratégia, 1928), nesse período Oskar Morgenstern (1902-1977), economista alemão, estava por publicar o livro Implicações Quantitativas do comportamento do Máximo, no qual discute qual deveria ser a unidade de análise econômica: o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Simulacao Empresarial
  • Simulação empresarial
  • Simulação empresarial
  • Simulação empresarial
  • Simulaçao empresarial
  • Simulação empresarial
  • Simulação empresarial
  • Simulação Empresarial

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!