Simples nacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5654 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DO INSTITUTO BRASIL - FIBRA
CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Tatiana Mendes Martins
Weberson Kramenach de Souza

SIMPLES NACIONAL TRIBUTAÇÃO EXCLUSIVA
PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

ANÁPOLIS
2009
FACULDADE DO INSTITUTO BRASIL - FIBRA
CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Tatiana Mendes Martins
Weberson Kramenach de Souza

SIMPLES NACIONAL TRIBUTAÇÃO EXCLUSIVA
PARA MICRO E PEQUENASEMPRESAS

Trabalho de conclusão de curso apresentado à coordenação do curso de Ciências Contábeis para obtenção do título de Bacharel em Ciências Contábeis, sob Orientação do Professor Especialista Rangel Francisco Pinto.

ANÁPOLIS
2009
Tatiana Mendes Martins
Weberson Kramenach de Souza






SIMPLES NACIONAL TRIBUTAÇÃO EXCLUSIVA
PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAAVALIADORES:





________________________________________________
Prof.: Esp. Rangel Francisco Pinto - FIBRA
(Orientador)



_________________________________________________
Prof.: Esp. André Luiz Ferreira Arantes




_________________________________________________
Prof.: Esp. Cristiano Elias Dutra





ANÁPOLIS
2009Eu, Tatiana Mendes Martins, dedico este trabalho às pessoas que se fizeram presentes, e que contribuíram para que eu pudesse concluir esta jornada em busca do conhecimento.


Eu, Weberson Kramenach de Souza, dedico este trabalho de modo particular aos
meus pais, meus irmãos e toda minha família.
.Nossos Agradecimentos:

A DEUS primeiramente, por ter nos dado força de vontade, perseverança e oportunidade nesta caminhada em busca do conhecimento;


A nossos colegas e professores que se
fizeram presentes durante toda essa jornada na
conquista da realização profissional e na busca por um futuro promissor;


E em especial, um muitoobrigado aos nossos
pais e filhos pela paciência e compreensão que
ante a todas as lutas e dificuldades de alguma
forma,contribuíram para nossa formação.






“Além das pessoas jurídicas, as pessoas físicas precisam também tomar decisões, buscando não só maximizar suas riquezas, como também seu bem-estar. Porém, muito mais que as empresas, o ser humano deixa de ser racional,inserindo em suas decisões variáveis comportamentais, psicológicas, sociológicas e emocionais. A contabilidade, apesar de ser uma ciência social, tem considerado muito pouco, até então, o comportamento do homem na avaliação do ativo e nas premissas que formam os seus pilares teóricos. A variável utilidade para maximizar o bem-estar do ser humano não tem sido foco nos estudos das CiênciasContábeis. Por outro lado, não temos visto tratados contábeis que contestam os processos decisórios, muitas vezes equivocados, que incorporam a psicologia, sociologia; emoções que ultrapassam os limites da racionalidade. Todavia, se discute se a construção de um modelo de informação voltado para a mente do homem, que muitas vezes não passa de “regras de bolso”, é atribuição da chamada Ciências Contábeis,ou das Finanças, ou da Economia Financeira, ou da Psicologia Econômica, ou de outra área de conhecimento. Ou, ainda, se o ato de processar dados, avaliar dados, tomar decisões, na esfera das emoções humanas, deveria ser tratado no conjunto de diversas áreas de conhecimento.”

Professor José Carlos Marion
RESUMO

Essa pesquisa visou a apresentação da forma de tributação estabelecido pelaLei Complementar nº 123/2006 sancionada pelo então Presidente da Republica Inácio Lula da Silva entrando em vigor a partir de 01 de Julho de 2007, dispensado às Micro e Pequenas Empresas, intitulado de Simples Nacional. Apresentando – se assim suas prerrogativas, identificando quais empresas estão aptas ao enquadramento e esboçando as formas de enquadramento e impedimentos, tratando ainda das...
tracking img