Simbolos de deficiencias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2556 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Símbolos para deficiências na trajetória inclusiva
Romeu Kazumi Sassaki *

Referência bibliográfica:
SASSAKI, Romeu Kazumi. Símbolos para deficiências na trajetória inclusiva. Reação, ano XII, n. 66, jan./fev. 2009, p.11-17.

“Com sua diversidade, os signos, símbolos, logotipos e sinais representam a expressão de nossa época, que tudo permeia e marca, e são capazes de indicar o futuro, umavez que mantêm e conservam o passado.” – Adrian Frutiger. Como outros segmentos da população em geral, o das pessoas com deficiência tem se utilizado também de signos, emblemas, símbolos, logotipos, logomarcas e sinais a fim de comunicar - de maneira visual, sucinta e inequívoca - certas idéias para o público. A prática da transmissão de idéias através de imagens é tão antiga quanto a história dahumanidade. Esta prática necessariamente envolve o uso de diversas inteligências: pictográfica, visual/espacial, corporal/cinestésica, musical, ética/moral, política etc. A sua trajetória, após percorrer a fase de integração (décadas de 60 a 80), entrou na fase de inclusão (década de 90 e início do século 21). Perguntamos: Os símbolos concebidos à luz do paradigma da integração resistem aos crivosda inclusão? Já existem símbolos concebidos sob a inspiração do paradigma da inclusão?

Neste artigo, vamos focalizar nossa atenção apenas sobre os símbolos que foram criados para o envio de informações, avisos e orientações referentes aos vários tipos e categorias de deficiência em determinados contextos ou situações. Não confundamos símbolos comlogotipos e logomarcas (estes identificaminstituições e produtos). Dividiremos o texto em três partes.

I. CATEGORIAS DE DEFICIÊNCIA

Deficiência auditiva

[pic]O Símbolo Internacional de Surdez (Fig.1) foi adotado em 1980 pela Federação Mundial dos Surdos. Ele é o mesmo símbolo que a Canadian Hearing Society havia adotado no Canadá na década de 70. Este símbolo serve para indicar serviços e recintos adequados para pessoas surdas ou combaixa audição. Por exemplo: (1) em postos de informação nas estações ferroviárias, rodoviárias, aeroportos etc., que oferecem recursos de comunicação para usuários com deficiência auditiva; (2) em escritórios e entidades que atendem pessoas surdas; (3) em salas, teatros e auditórios providos de intérpretes da língua de sinais; (4) em carteiras de habilitação e placas de veículos. No Brasil, oSímbolo Internacional de Surdez foi adotado através da Lei n. 8.160, de 8/1/91, que torna obrigatória a sua colocação em determinadas situações e disciplina o seu uso. Em 1988, os autores Paul Arthur e Newton Arthur criticaram este símbolo, chamando a atenção para o equívoco estampado no uso do travessão que corta diagonalmente a figura da orelha. Argumentam eles que o travessão diagonal sempre foi umindicativo universalmente aceito que significa “proibição”. É o caso da figura de um cigarro acesso cortado pelo travessão diagonal, significando “Proibido fumar”. Outros exemplos são os sinais de trânsito que proíbem determinadas ações: “Proibido buzinar”, “Proibido estacionar”, “Proibido ultrapassar” etc. Desta forma, a leitura (decodificação) que se faz do Símbolo Internacional de Surdez seria:“Proibido escutar/ouvir”, o que é bem diferente da intenção do símbolo. A intenção foi a de se referir à “inabilidade, impossibilidade ou dificuldade de escutar/ouvir” das pessoas com deficiência auditiva.

[pic]O símbolo que indica uma tecnologia assistiva para ouvir (Fig.2) traz a figura estilizada da orelha humana esquerda, acrescida de duas ondas sonoras e uma linha de pontos representandoa entrada do som. Este símbolo indica que um determinado sistema tecnológico transmite som amplificado por meio de aparelhos auditivos ou dispositivos que se apóiam na cabeça, geralmente disponíveis em eventos que oferecem tradução simultânea. Este e os próximos dois símbolos foram propostos pela Graphic Artists Guild Foundation (GAGF), de Nova York.

[pic]A Fig.3 mostra o símbolo para...
tracking img