Simap

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6543 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Sistema de medição de desempenho e benchmarking através das TICs: Resultados, lições aprendidas e desafios


Marcos Ronaldo Albertin, ,UFC


Dmontier Pinheiro Aragão Jr., , UFSC

Breno Barros Telles do Carmo, , UFERSA
Heraclito Lopes Jaguaribe Pontes, ,UFC

Viviane Curverllo,, QUALITÀ


Resumo: O Sistema de Monitoramento de Arranjos Produtivos (SIMAP) objetiva medir e comparar o desempenho de empresas e aglomerados industriais. O sistema possui sua base de desenvolvimento nas tecnologias da informação e comunicação (TICs). Ele busca realizar a coleta e o processamento de dados para geração de relatórios on line e em tempo real. O SIMAP foi desenvolvido em sofwarelivre e permite a avaliação contínua e pró-ativa frente a critérios pré-definidos. O objetivo deste trabalho é caracterizar o sistema de medição de desempenho e benchmarking. O artigo descreve o histórico, as características e aplicações do SIMAP e apresenta os seus principais resultados e desafios no terceiro ano de aplicação. Como procedimento metodológico buscou-se comparar elementos do SIMAPcom outras experiências de benchmarking na literatura internacional. Uma amostra significativa de dados pode contribuir na identificação de gargalos, ações e projetos de natureza colaborativa para o desenvolvimento regional. As informações geradas pelos relatórios on line influenciam políticas regionais de desenvolvimento orientadas para o coletivo no nível meso da competitividade sistêmica. O bancode dados com mais de 200 empresas oferece um panorama do desempenho de empresas brasileiras em diferentes regiões e cadeias produtivas. É possível observar os gaps empresarias frente a requisitos de desempenho de empresas líderes nas cadeias produtivas.
Palavras-chave: Sistema de Avalição, Benchmarking pela internet; arranjos produtivos.


1. Introdução

A avaliação de desempenho e comparação deoperações internas de uma empresa com as melhores práticas de outras se popularizou a partir da década de 80, quando melhorias significativas no desempenho foram obtidas pela Hewlett-Packard e Xerox através estudos de benchmarking (CAMP, 1989). Este interesse continua hoje com desenvolvimentos inovativos auxiliados pelas tecnologias de informação e comunicação (TICs).
Benchmarking é um processocontínuo de comparação de produtos, serviços e boas práticas empresariais entre concorrentes ou empresas reconhecidas como líderes de mercado (DAMELIO, 1995). De acordo com Zhou & Benton Jr. (2007), estudos de benchmarking proporcionam vários benefícios às empresas, como: aprendizado com as experiências de outras empresas, comparação dos seus níveis de desempenho aos da concorrência, e correlacãodestes níveis com os de suas atividades.
Normalmente os três maiores componentes de um estudo típico de benchmarking são: dados, métodos e mídia (JOHNSON et al., 2010). Dados são os índices-chave de desempenho, medidas ou critérios que descrevem um conjunto de comparáveis tecnologias, produtos e processos de gestão. Os métodos analisam e transformam os dados coletados em informações úteis e a mídiarepresenta os canais pelos quais a informação é recolhida e os resultados são divulgados. Tipicamente, estes três componentes são abordados da seguinte maneira: dados são coletados através de entrevistas pessoais ou via telefone, e-mail ou visitas técnicas; em seguida são agrupados, processados e analisados através de métodos estatísticos; finalmente os resultados são divulgados através derelatórios e apresentações que, na maioria das vezes, não atingem uma grande audiência (JOHNSON et. al., 2010).
Benchmarking pode ser usado como ferramenta para auxiliar uma rede colaborativa a atingir objetivos comuns e melhores práticas gerenciais. Como resultado, tem-se motivação e aprendizado para alcançar melhores desempenhos. Segundo Balestrin e Verschoore (2008), o conhecimento nasce em um nível...
tracking img