Significados das tatuagens

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1654 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Feevale

Corporeidade
Prof. André Luiz dos Santos Silva



A Tatuagem e Seus Significados


O tatuar-se deixou definitivamente de ser um modismo para se tornar um costume cada vez mais presente na sociedade contemporânea. Cada uma com sua representação, sendo maior ou menor, mas todos com um grande significado. E é esse o ponto principal do nosso trabalho.Queremos mostrar, através de análises já feitas por outros autores, tanto os significados das tatuagens como também o significado que as pessoas vêem em se tatuar. São incontáveis motivos e por quês que nos levarão por esta agradável cruzada.
A tatuagem vem sendo desmistificada através dos anos. Não sendo mais vista como um atributo marginal, ela deixou de ser uma prática exclusiva depresidiários e marinheiros. Hoje ela possui adeptos dos mais variados gêneros possível: de todas as idades, raças, crenças, sexo, profissões... A verdade é que, atualmente, é mais difícil encontrar alguém que não seja tatuado do que o contrário.
Alguns grupos foram fortemente associados à tatuagem e esta associação prolongou-se até o presente momento. O primeiro grupo a ser tratado deve ser,obviamente, o dos marinheiros, pois foram eles o motor deste renascimento. Não apenas adotaram o adorno, como aprenderam a técnica da tatuagem, transformando-a em uma profissão. Em um primeiro momento, os tatuadores se encontravam fundamentalmente em dois locais: o porto e o circo.
A tatuagem se tornou, entre os marinheiros, parte de sua cultura, fossem
comandantes ou pescadores, mercenários oumembros da Marinha Real. A tatuagem operava como sinal de masculinidade.
Talvez tenha sido esta proximidade entre o universo naval e a prostituição que tenha disseminado a prática entre prostitutas. Não há dados sobre o início da prática entre prostitutas ocidentais, embora haja menção sobre o contexto japonês, no qual a tatuagem marcava os votos de amantes. Há poucos relatos sobre o uso detatuagens por prostitutas.
O grupo mais fortemente associado à tatuagem foi o dos criminosos, desde então a tatuagem começou a ser identificada como sinal de criminalidade, embora estudos realizados tenham demonstrado, desde então, que a maior parte dos criminosos se tatua na prisão
“A tatuagem contemporânea esteve, no Ocidente, historicamente
vinculada àmarginalidade econômica e social, nos corpos
de marinheiros, prostitutas e criminosos. Ela aparece já nos
relatos de médicos criminalistas do século XIX, como Lacassagne,
Berrillon e Lombroso.” Débora Krischke


“...Associadas, no Ocidente, à marginalidade até a década de 60 do século XX – quando estigmatizados comopresidiários, motoqueiros dos Hell's Angels e marinheiros sem nenhuma patente desenhavam, por vezes de forma canhestra, imagens, palavras ou frases em seus corpos –...,” Physis: Revista de Saúde Coletiva
Com o passar dos tempos esse pensamento criado sobre as tatuagens e seus significados foi se extinguindo. Nos dias atuais as tatuagens são aceitas e vistas com normalidade pela sociedade.“...as tatuagens se tornaram atualmente parte do cotidiano das classes superiores. Decoram o corpo de indivíduos de idades variadas e demonstram a existência de um processo de circularidade cultural, no qual o poder de um item estigmatizado se torna emblema de status e domínio, invertendo o jogo social pela disputa de hegemonia simbólica das classes...” Physis: Revista de Saúde Coletiva“ O novo sujeito da tatuagem parece não ter um rosto definido. É múltiplo, diverso, não tem fronteiras de sexo, percorre as diferentes gerações, transita por todas as classes sociais, pertence a distintos níveis educativos, faz diversas atividades, enfim, não possui, como antigamente, um perfil social determinado. Ainda que perdure simbolicamente o sentido de gueto que...
tracking img