Sigilo profissional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1442 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sigilo Profissional








Sumário:

1. Introdução

2. Objetivos

2.1. Geral

2.2. Específico

3. Metodologia

4. Desenvolvimento

4.1.Ética profissional de enfermagem

4.2. Sigilo Profissional

5. Considerações Finais

6. ReferênciasBibliográficas

1. Introdução

Falaremos neste trabalho a respeito do sigilo profissional, que é algo de grande importância na vida de um enfermeiro ou técnico de enfermagem, por que não podemos esquecer que sempre estaremos lidando com vidas, e as pessoas depositam a sua confiança em nossas mãos, e sempre teremos “segredos” confiados a nós.

2. Objetivo

2.1Geral

* Alertar nossoscolegas de classe sobre a importância do sigilo profissional.

2.2Específico

* Até onde vai o sigilo profissional.
* Saber diferencial o pessoal do profissional.

3. Metodologia

Realizamos esse estudo com base em pesquisas na internet, pesquisas feitas no “Código de ética do profissional de enfermagem”, no “Guia de enfermagem”. Juntamente com os nossos conhecimentos já obtidos nocomeço do curso.

4. Desenvolvimento

4.1. Ética profissional de enfermagem

O termo Ética refere-se aos padrões de conduta moral, isto é, padrões de comportamento relativos ao paciente, ao patrão e aos colegas de trabalho. Ter boa capacidade de discernimento significa saber o que é certo e o que é errado, e como agir para chegar ao equilíbrio.

Os pontos de ética enumerados foramcompilados por diferentes autores. A lista pode não ser completa, mas contém os pontos mais importantes:
1. Respeite todas as confidências que seus pacientes lhe fizerem durante o serviço.

2. Jamais comente em público durante as horas de folga, qualquer incidente ocorrido no hospital nem de informações sobre seu doente. Qualquer pergunta que lhe for feita sobre os cuidados que ele recebe, bemcomo de suas condições atuais e prognosticas, por seus familiares, deverá ser relatada ao supervisor.

3. Evite maledicências- jamais critique seu supervisor ou seus colegas de trabalho na presença de outros funcionários ou dos enfermos.

4. Respeite sempre a intimidade de seus paciente. Bata de leve á porta antes de entrar no quarto. Cubra-o antes de executar qualquer posição. Cuidepara que haja sempre lençóis disponíveis para exames e posições terapêuticas.

5. A ficha do paciente contém informação privada e deve ser guardada. Apenas as pessoas diretamente envolvidas no seu atendimento podem ter acesso a ela.

6. Demonstre respeito por seus colegas de trabalho em qualquer ocasião. Seja leal a seus chefes. Trate-os assim como a seus pacientes, pelo sobrenome, emsinal de respeito. Nunca recorra a apelidos, doenças ou número de quarto para se referir aos doentes.

7. Aceite suas responsabilidades de bom grado. Antecipe-se ao chamado do paciente; procurando adivinhar-lhe as necessidades. É importante que você não exceda suas responsabilidades nem sua habilidade. Conheça bem seu trabalho.

8. Tenha cuidado com os objetos ao paciente, para prevenirposteriores complicações, tanto para você quanto para o hospital. Guarde os objetos pessoais do doente, isto é, dinheiro, jóias, como se fossem seus. Cuide para que os objetos de valor sejam guardados no cofre do hospital.

9. Assuma a responsabilidade de seus erros e falhas de julgamento, levando-se logo ao conhecimento do supervisor, do contrario, você poderá colocar em risco sua própriapessoa, o paciente e o hospital.

10. O bom atendimento ao enfermo não permitir que haja preconceitos de raça, religião ou cor. Dispense a todos a mesma consideração e o mesmo respeito, e dê-lhes o melhor de si.

11. Recorra á igreja da qual faz parte do paciente sempre que necessário. Nunca se coloque na posição de conselheiro espiritual, mas esteja ciente de sua obrigação, em...
tracking img