Sida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4449 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do Algarve
Escola Superior de Educação
Intervenção e Educação Comunitária
2ºano / 2º Semestre



Índice


Introdução 3
Fundamentação Teórica 4
Metodologia 7
Relatório de Observação 10
Bibliografia 17

Introdução


O nosso contexto de observação tem por base o MAPS (Movimento de Apoio à Problemática da Sida), instituição Particular de Solidariedade Social, queiniciou a sua acção em 1992. A nossa observação debruça-se assim, sobre a Problemática da Sida.
Dentro das várias acções que a instituição desenvolve destacamos o Centro de Atendimento e Acompanhamento Psicossocial, que tem como população alvo todos os indivíduos infectados e afectados pelo VIH/SIDA, população carenciada, sem abrigo e consumidores de substâncias psicoactivas que se encontremem processo de tratamento, o CAPPS procura dar resposta à necessidade de informação, orientação e apoio social e psicológico.
O presente relatório pretende ser uma resposta às questões colocadas à priori nas nossas grelhas de observação.
Em primeiro lugar, procuramos conhecer a história que deu origem à criação da instituição, verificar os propósitos desta para com a sociedade e o tipo depopulação alvo, conhecer o horário, as normas de funcionamento e as actividades disponíveis e ainda observar as diferentes áreas e as funções relacionadas assim como os objectos que as integram.
Numa segunda observação pretendeu-se observar o pessoal existente, especializado e não - especializado, assim como compreender as hierarquias existentes; caracterizar o espaço físico, tendo em conta adistribuição deste em diferentes áreas e realizar um inventário dos objectos, observar os trabalhos expostos na sala e possíveis actividades que estejam a decorrer; detectar as relações estabelecidas entre utentes/utentes , técnicos/técnicos e utentes/técnicos.
Era ainda suposto darmos resposta a uma terceira grelha, a qual não foi possível observar visto que as actividades que são supostasacontecer no Centro de Dia, não estão a decorrer.

Fundamentação Teórica



A sigla SIDA corresponde a Síndroma de Imunodeficiência Adquirida, caracterizando-se por um conjunto de sintomas e infecções em seres humanos resultantes do dano específico do sistema imunológico proporcionado pelo vírus de imunodeficiência (VIH). Os linfócitos TCD4, essenciais para a coordenação das defesas doorganismo são o principal alvo do vírus. Assim que a quantidade destes linfócitos diminui, é aberta a entrada a doenças oportunistas e tumores, que podem levar à morte do doente.
Como é do conhecimento geral, o contágio é feito via sexual, intravenosa ou mãe - filho (Wikipédia, 2007).
No que respeita aos doentes toxicodependentes, Poças (2000) refere que a toxicodependência em si já é umadoença, defendendo que o perfil psicopatologico destes doentes depende muito mais do facto de serem toxicodependentes do que serem seropositivos.
Segundo Guerra (1998), é importante reflectir sobre a situação geral da SIDA e comportamentos implícitos. Constata-se que o homem é um ser bio -pisco - social. Estes três sistemas estão relacionados, sendo que uma alteração num, afectará os outrosdois na sua globalidade.
Nesta problemática encontramos duas situações diferentes mas de interacção recíproca: as implicações psicológicas dos familiares e sociedade nos indivíduos infectados, e o impacto da Sida nos diferentes meios socioculturais. Se a primeira vai influenciar os problemas psicológicos dos indivíduos já infectados, a outra reflecte em maior grau uma análise das alteraçõesdo comportamento da humanidade provocada pelo conhecimento da doença no mundo, estando presente assim estigmas em torno da Sida. Consequentemente as pessoas afectadas com o VIH passam a ser consideradas vítimas “culposas” do seu estatuto, pois se não tivessem este ou aquele comportamento desviante não estariam certamente doentes.
A sociedade ao admitir culpabilidade das pessoas na sua...
tracking img