Siafi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1939 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SIAFI – Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal



















Maio/2009















SIAFI – Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal








Trabalho da disciplina de Contabilidade e Gestão Pública.














Maio/2009
IntroduçãoO Governo Federal, por muito tempo conviveu com uma serie de problemas administrativos, que impedia uma adequada gestão dos recursos públicos e do orçamento, que passaria a ser realizado em 1987.
A solução desses problemas se tornou um grande desafio naquela época para o Governo Federal. Após algumas alterações, a STN – Secretaria do Tesouro Nacional viu a necessidade de informações quepermitissem aos gestores agilizar o processo decisório. Dessa forma, optou-se por um sistema informatizado, que integrassem os sistemas de programação financeira, de execução orçamentária e de controle interno do Poder Executivo e que pudesse fornecer informações gerenciais precisas e confiáveis para a Administração.
Desenvolveu-se então o SIAFI - Sistema Integrado de Administração Financeirado Governo Federal. Este sistema apresentou um grande avanço, pois os problemas existentes na época foram solucionados, sem contar que seus objetivos foram alcançados de maneira satisfatória.
O presente trabalho tem como objetivo apresentar de forma sucinta a história do SIAFI e suas características e vantagens.






















SIAFI - Sistema Integrado deAdministração Financeira do Governo Federal

1. História

O Governo Federal Até o exercício de 1986 convivia com uma série de problemas de natureza administrativa que dificultavam a adequada gestão dos recursos públicos e a preparação do orçamento unificado, tais problemas eram:
✓ Emprego de métodos rudimentares e inadequados de trabalho, onde, na maioria dos casos, os controles dedisponibilidades orçamentárias e financeiras eram exercidos sobre registros manuais;
✓ Falta de informações gerenciais em todos os níveis da Administração Pública e utilização da Contabilidade como mero instrumento de registros formais;
✓ Defasagem na escrituração contábil de pelo menos, 45 dias entre o encerramento do mês e o levantamento das demonstrações Orçamentárias, Financeiras ePatrimoniais, inviabilizando o uso das informações para fins gerenciais;
✓ Inconsistência dos dados utilizados em razão da diversidade de fontes de informações e das várias interpretações sobre cada conceito, comprometendo o processo de tomada de decisões;
✓ Despreparo técnico de parte do funcionalismo público, que desconhecia técnicas mais modernas de administração financeira e ainda concebia acontabilidade como mera ferramenta para o atendimento de aspectos formais da gestão dos recursos públicos;
✓ Inexistência de mecanismos eficientes que pudessem evitar o desvio de recursos públicos e permitissem a atribuição de responsabilidades aos maus gestores;
✓ Estoque ocioso de moeda dificultando a administração de caixa, decorrente da existência de inúmeras contas bancárias, noâmbito do Governo Federal. Em cada Unidade havia uma conta bancária para cada despesa. Exemplo: Conta Bancária para Material Permanente, Conta bancária para Pessoal, conta bancária para Material de Consumo, etc.


A solução desses problemas representava um verdadeiro desafio à época para o Governo Federal. Os primeiros passos para isso foi dado com a criação da Secretaria do Tesouro Nacional- STN, em 10 de março de 1986, para auxiliar o Ministério da Fazenda na execução de um orçamento unificado a partir do exercício seguinte.
A STN, por sua vez, identificou a necessidade de informações que permitissem aos gestores agilizar o processo decisório, tendo sido essas informações qualificadas, à época, de gerenciais. Dessa forma, optou-se pelo desenvolvimento e implantação de um...
tracking img