Shell script

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1314 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Instrutor:Danúbio Alves

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

O que é um Script? Script é uma lista de comandos organizados para serem executados seqüencialmente, em Linux é muito utilizado para automatizar algumas tarefas.

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

O que é um Script? Com o Shell Script podemos tornarmais fácil tarefas braçais como: criar uma centena de usuários , backup, monitoramento e etc.Isso tudo em uma simples execução de um arquivo de Script, que no sentido da palavra “Script” quer dizer “roteiro”, um roteiro a ser seguido pelo nosso interpretador Shell

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

Armazenam informações na memória para uso posterior, utilizada por programas,sistema e scripts. O conteúdo de uma variável é apagado ao reiniciar o sistema. Para exibir a lista de variáveis digite: terminal$ set

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

Existem dois tipos de variável no Shell, são elas: Ambiente e Shell.

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

São conhecidas como variáveis globais, pois podem ser lidas por todos os processos que oShell iniciar, por convenção são maiúsculas, ex: PATH – armazena lista de diretório que o Shell procura por executáveis ou programas HOME – diretório home do usuário atual USER – armazena o login corrente TERM – armazena o terminal

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

set | grep HOME set | grep TERM

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

São chamadas de variáveislocais. Os processos que executam a partir do Shell não têm acesso a elas. São declaradas em caixa baixa.

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

Para torná-las globais utilizamos o comando export. export Para criar uma variável: var1=teste echo $var1 export var1

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

Todo script deverá ser declarado no início do arquivo o interpretador decomandos, ex: #!/bin/bash #!/bin/ bin #!/usr bin/ usr/ #!/usr/bin/perl #!/usr bin/ usr/ #!/usr/bin/php #!/bin bin/ #!/bin/sh

Para visualizar os shells disponíveis digite etc/ # cat /etc/shells

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

terminal# vim olauser.sh #!/bin/bash echo "Olá $USER"

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

Para o scritpt ser executado deverá serativado o bit de execução: chmod +x script.sh

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

Formas de executar o script: script.sh sh script.sh Quem executará é /bin/sh script.sh bash script.sh Quem executará é /bin/bash ./script.sh ./script.sh
O Shell irá ler a primeira linha do script para saber o interpretador de comandos

(Deverá estar no mesmo diretório que o script)

Criado por:Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

Para executar o script de qualquer diretório do Linux, salve o script em um dos caminhos declarados no PATH: echo $PATH Ou insira o caminho do seu diretório no PATH: PATH=$PATH:/meus_scripts PATH=$PATH:/meus_scripts

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

Utilizamos o echo para enviar uma mensagem de texto durante o script, opções maisutilizadas: echo –n Mostra resultados na mesma linha echo –e Habilita funções de formatação (Espaço, quebra de linha etc...)

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

ola.sh #vim ola.sh #!/bin/bash clear echo -e "Olá $USER\n" echo -n "Hoje é dia "; date "+%d de %B de %Y" echo echo -n "Número de usuários conectados: "; who | wc -l echo echo "#####################" echo "# Calendário #" echo"#####################" echo cal

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

Temos duas formas de extrair os dados que o usuário digita: Forma 1:Utilizar o comando read no script

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

# vim ler_dados.sh #!/bin/bash echo -n "Digite seu nome: " read NOME echo echo " Oi, $NOME! “

Criado por: Danúbio Alves - alves.df@gmail.com

senha.sh #...
tracking img