Sexualidade na terceira idade: mitos e preconceitos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5402 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SEXUALIDADE NA TERCEIRA IDADE

1- INTRODUÇÃO

O tema da sexualidade nem sempre é tratado com abertura e naturalidade, podendo inclusive gerar algum incomodo, pois remete-nos a vivências pessoais extremamente intimas.
Embora estejamos vivendo numa época considerada como de maior liberdade sexual, em relação à época em que a geração atual de idosos fora educada, muitas vezes não nossentimos confortáveis ao discutir sobre o sexo na 3ª idade. Possivelmente isso se deve a ansiedades, a preconceitos e ao desconhecimento relacionados com a nossa própria sexualidade e o nosso próprio processo de envelhecimento.
Ao abordarmos esse tema, é interessante nos perguntarmos: como anda nossa própria vida sexual? A que valores morais ou preconceitos estamos submetidos? O que entendemos porsexualidade? Como encaramos nosso próprio envelhecer?
O desenvolvimento da sexualidade está interiormente relacionado com o desenvolvimento da personalidade. A partir de uma análise aprofundada, encontramos nos padrões de comportamento e nos modos de relação adotados na fase adulta e na 3ª idade a expressão de aspectos da sexualidade e da vida afetiva provenientes de fases anteriores.
A etapagenital é uma das várias etapas do processo de desenvolvimento sexual e emocional, processo este que vai da infância à velhice. Durante esse desenvolvimento, a sexualidade passa por várias mudanças antes e após a maturação do aparelho reprodutor, sendo que as experiências de satisfação e de frustração de vários tipos de impulsos ficam registradas, mesmo que inconscientemente, e influenciam as formascomo serão vividas as experiências posteriores.
Ao admitirmos que o envelhecimento não é uma etapa só de perdas, mas também de ganhos, como, por exemplo, a aquisição de uma visão mas ampla e mais global da existência, podemos transpor essa possibilidade evolutiva para a sexualidade, ou seja, reconhecendo que o prazer trazido pelo contato físico e afetivo com um parceiro pode ser maior e maiscompleto, uma vez que a passagem do tempo favorece o autoconhecimento e o conhecimento mais profundo do outro. A qualidade da relação do casal tende a ser mais valorizada que a quantidade de ereções, orgasmos, e a vivência prazerosa estendem-se para além do ato sexual em si.


2- OBJETIVOS
2.1 Objetivo Geral
Verificar, através de um estudo de campo, a percepção do idoso em relação a suasexualidade nos dias atuais.
2.2 Objetivo Específico
- Conhecer a frequência e dificuldades encontradas nas relações sexuais dos idosos.
- Estimular a reflexão acerca do exercício da sexualidade na terceira idade, enfocando-a do ponto de vista das mudanças fisiológicas e suas relações com o contexto social, problematizando os preconceitos nesse campo e valorizando a possibilidade de sua expressãocomo fator de saúde.
3- METODOLOGIA
3.1 Tipo de estudo
Tratou-se de uma pesquisa de campo, não experimental de caráter descritivo, exploratório, através de uma abordagem quantitativa e qualitativa.
Na pesquisa não experimenta a relação entre fenômenos são estudadas sem intervenção experimental. Não há "manipulação". Não há tentativa deliberada e controlada de produzir efeitos diferentesatravés de diferentes manipulações. LoBiondo-Wood
Pesquisa exploratória é pouco ou nada estruturada em procedimentos e seus objetivos são pouco definidos, seus propósitos imediatos são os de ganhar maior conhecimento sobre um tema, desenvolver hipóteses para serem testadas e aprofundar questões a serem estudadas. LoBiondo-Wood.
A pesquisa qualitativa responde a questões muito particulares. Ela sepreocupa com um nível de realidade que não pode ser quantificado. Minayo MCS.
Questionários são instrumentos escritos e planejados para reunir dados de indivíduos a respeito de conhecimento, atitudes, crenças e sentimentos. A pesquisa survey baseia-se quase inteiramente em interrogar os sujeitos da pesquisa, ou com entrevistas, ou com questionários. LoBiondo-Wood.
[...] A diferença entre...
tracking img