Sexualidade na 3° idade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3411 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SEXUALIDADE NA 3ª IDADE

A sexualidade permanece como aspecto vital da vida humana mesmo
na idade avançada. É uma opção que pode ser exercida, dependendo da
história sexual prévia, das oportunidades e do estado geral da saúde do
indivíduo.
* Médico, Doutor, Livre Docente e Professor Adjunto e Professor Titular de Fisiologia e Biofísica
da Unicamp, PUC Campinas e Faculdades Anchieta. PósDoutorado em Biologia da Reprodução em
Montevidéo, Santiago do Chile, Buenos Aires e Nova York. Professor dos cursos de Pós-Graduação
em Fisiologia do Instituto de Biologia e de Fisiologia e Biofísica do Sistema Estomatognático da
Faculdade de Odontologia da Unicamp.
Revista das Faculdades de Educação, Ciências e Letras e Psicologia Padre Anchieta

ARGUMENTO- Ano II - No 3 - Janeiro/2000

42A senescência é uma época em que as perturbações metabólicas têm
reduzida capacidade de adaptação , principalmente no território endócrino,
que controla clinicamente os sistemas biológicos. Embora não haja evidência
de que as concentrações dos principais hormônios estejam alteradas com a
idade, os sistemas orgânicos que os utilizam têm um equilíbrio precário e
estão constantementebuscando novos pontos de equilíbrio para manterem
sua regulação.
Assim, com o avançar da idade existem significantes alterações na
produção de hormônios, no seu metabolismo e principalmente no seu
mecanismo de ação. Algumas dessas alterações podem jogar papel importante
na fisiopatologia da senescência, como a dinâmica hipofisária, a fisiologia
adrenal, a função tireoidiana, a homeostasiaglicêmica, a função reprodutiva
e o metabolismo do cálcio. No idoso, qualquer teste endócrino depende do
estado nutricional e a presença ou não de doença coexistente.
Médicos e pacientes freqüentemente interpretam mal alterações sexuais
que são normais no homem idoso. Isto inclui aumento do tempo e da
estimulação para atingir a ereção, diminuição do volume ejaculado, rápida
detumescência após o coitoe um prolongado período refratário antes de se
conseguir nova ereção. Estes achados normais em um indivíduo idoso, aliados
a problemas médicos ou psicológicos, podem precipitar disfunções eréteis e
mesmo impotência. Este desempenho está na dependência dos níveis
hormonais séricos, principalmente de gonadotropinas e prolactina.
Por outro lado, estes pacientes têm em mente que sexo está ligadoà
função reprodutiva, têm a visão holística de que sexo é vital para sua saúde,
nas relações interpessoais e no senso de integridade. Qualquer alteração
resulta em dificuldade de se comunicarem, atitudes conflitantes, embaraços e
queixas vagas.
WEIZMAN e HART (1987) investigaram o comportamento sexual de
81 homens sadios, divididos em 2 grupos:
a) 34 com idade de 60 a 65 anos e,
b) 47 comidade de 66 a 71 anos. Observaram que, mesmo sendo
todos casados, fisicamente sadios e sem problemas psicológicos ou maritais,
apresentaram as seguintes queixas: 36% da população em estudo referia
Revista das Faculdades de Educação, Ciências e Letras e Psicologia Padre Anchieta

ARGUMENTO- Ano II - No 3 - Janeiro/2000

43

impotência, independente da idade; 55% reportavam atividademasturbatória,
com freqüência maior e menor atividade sexual no grupo mais idoso. Logo,
isto indica que o interesse sexual continua presente nestes pacientes, mas a
forma de expressão sexual varia desde o coito ativo até o prazer autoerótico
da masturbação.
DIOKNO, BROWN e HERZOG (1990) estudaram a função sexual
em uma comunidade de Michigan, com idade superior aos 60 anos,
constatando osseguintes resultados: 73,8% dos homens casados e 55,8%
mulheres casadas eram sexualmente ativos. Entre os não casados, estes índices
caíam para 31,1 e 5,3%, respectivamente. A taxa média de impotência entre
os casados alcançava 35,3% e, em geral, estava associada à histórias de
ataques cardíacos, incontinência urinária ou uso de sedativos. O consumo
de, no mínimo, uma xícara de café ao dia, era...
tracking img