Sexualidade adulterada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (290 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A sexualidade de um(a) jovem pode ser adulterada por uma gama de situações previamente estudadas.
Como já referido por Froid e posteriormente referendado por Kapland, o evento sexualé o reflexo do desejo manifestado em um corpo , por vezes não preparado, devido a situações aversas , impostas à sua psiquè.
Melhor explico. No abuso sexual , especialmente na idadetenra, entre 2 a 6 anos de idade , a criança crê que seu universo deva absorver o agressor dentro de seu mundo infantil, mesmo quando lhe causa ojeriza o ato de abuso, seja ele visual,tátil, gustativo ou uma combinação. Em casos extremos, uma violência física e espancamento são associados à violencia moral e psicológica.
Neste período a criança tende a introjetar asimagens em seu eu interior e fixa-las no ''ID'', o que causará um dano , muitas vezes irreversível ao futuro deste ser humano.
A importância da intervenção nestas famílias é de sumaimportância, não somente com aconselhamento, mas com institucionalização do abusador e tratamento conjunto do cônjuje permissivo (personalidade passiva), e da(s) crinaça(s) abusada(s). Nestecaso é necessário pensar serimanete no benefício de uma internação consciente desta família para iniciar a estrutura que não houve até o momento e evitar recidivas. Fornecerembasamento para o cônjuje permissivo e esclarecimento ao invés de ameaças e punições. Realizar o devido tratamento institucionalizado prolongado do abusador, se possível e se for o caso decomprovada doença mental através de institucionalização mínima de 18 meses e seguimento de 36 meses rigoroso com antipsicóticos.
A criança deverá manter acompanhamento pasiquiátrico após 7dias de internação para melhor avaliação por um mínimo de 6 anos, com terapia semanal e seguimento mensal até 2 anos após início de relacionamento sexual espontâneo satisfatório.
tracking img