Sex shop

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3368 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho em Grupo referente à Disciplina Projeto Multidisciplinar I, do 2º Semestre de 2012 da Universidade Anhembi Morumbi – Campos Vila Olímpia – São Paulo - SP, para a obtenção de formação na referida disciplina, que faz parte dos Cursos de Bacharel em Administração, Recursos Humanos, Marketing e Processos Gerenciais.



Orientador –
SÃO PAULO
2012Trabalho em Grupo referente à Disciplina Projeto Multidisciplinar I, do 2º Semestre de **** da Universidade Anhembi Morumbi – Campos Vila Olímpia – São Paulo - SP, para a obtenção de formação na referida disciplina, que faz parte dos Cursos de Bacharel em Administração, Recursos Humanos, Marketing e Processos Gerenciais.


Aprovação:
São Paulo, de deOrientador: __________________________________________________
Titulação:
Universidade Anhembi Morumbi
RESUMO
O sex shop nasceu na Alemanha e tinha como finalidade cuidar da saúde sexual das mulheres. Na década de 1980, as lojas ficaram mais masculinizadas por conta da venda de filmes pornográficos e dos shows de strip-tease. Nos últimos 10 anos, no entanto, teve início um processo deretomada dos sex shops pelas mulheres. Apesar da popularização das lojas e o lançamento de filmes como “De Pernas pro Ar”, ainda existe muito tabu e preconceito no Brasil quando o assunto é produto erótico. Nos Estados Unidos, algo em torno de 50% da população adulta já experimentou um vibrador. No Brasil, esse número não passa de 15%. Apesar disso, as vendas não param de crescer. A Loja do Prazerregistrou 40% de aumento em 2010 em relação ao ano anterior. Considerada o maior sex shop do País, o site recebe mais de um milhão de visitantes ao mês e fatura oito mil pedidos.
O mercado de produtos eróticos não é novo no Brasil. O primeiro sex shop do País foi inaugurado em 1978 por um empresário que começou a trazer produtos eróticos da Europa. Batizado de Complement, a rede de lojas chegou a ter22 unidades, mas viu-se obrigada a fechar as portas doze anos depois, por causa do Plano Collor. Apenas nos últimos anos que esse mercado realmente começou a florescer. Segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual (Abeme), 80% das empresas do setor foram criadas nos últimos cinco anos. Algumas delas apresentaram um crescimento incrível nesse período. É o caso da HotFlowers. Criada por Edvaldo Bertipaglia, ex-vendedor de produtos de limpeza, ela cresceu 1000% de quatro anos para cá. Hoje, fatura R$ 24 milhões por ano e é a maior fabricante de produtos eróticos da América Latina.









ABSTRACT
The sex shop was born in Germany and had intended to take care of women's sexual health. In the Decade of 1980, the stores were more masculinized due to thesale of pornographic films and strip shows. Over the past 10 years, however, began a process of resumption of sex shops for women. Despite the popularity of shops and the release of movies like "pro Air Legs ', there is still very taboo and prejudice in Brazil when the subject is erotic product. In the United States, something around 50% of the adult population has experimented with a dildo. InBrazil, this number is no more than 15%. Nevertheless, sales did not stop growing. Pleasure store recorded 40% increase in 2010 compared to the previous year. Considered the biggest sex shop in the country, the site gets more than a million visitors per month and making eight thousand requests.
The market of erotic products is not new in Brazil. The first sex shop in the country was opened in 1978by a businessman who started bringing erotic products in Europe. Called Complement, the network of stores once had 22 units, but was forced to close the gates twelve years later, because of the Plano Collor. Only in recent years that this market really began to flourish. According to the Brazilian Association of Erotic and Sensual Market (Abeme), 80% of companies in the sector have been created...
tracking img