Setor fumageiro brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5848 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANÁLISE DO SETOR FUMAGEIRO NO BRASIL

ORIGEM MUNDIAL Das crenças e rituais dos indígenas, o tabaco se tornou a mais importante cultura agrícola não-alimentícia do planeta. O nome cientifico atribuído ao tabaco se deu pela presença de um componente químico que conhecemos como nicotina, um estimulante do sistema nervoso central. É uma planta que pode atingir 2 metros de altura e suas folhasmedem, em média, 60 a 70 centímetros de comprimento e possuem flores dispostas em cachos ou em panículas, que podem ser vermelhas, amarelas ou brancas. Há muitas divergências sobre o surgimento do tabaco. Muitos defendem a idéia de que o tabaco é de origem americana e que a planta seria originária dos Andes, outros defendem que a planta é asiática e que foi levada há tempos remotos para o NovoContinente. Há relatos históricos de que na Pérsia, se cultivou e fumou diversas espécies de tabaco antes mesmo da descoberta da América. Outro relato supõe que o tabaco é uma erva africana, baseado na idéia que não seria possível a folha do tabaco se espalhar tanto em todo aquele continente. Alguns viajantes da Austrália sustentam que o tabaco é oriundo do norte daquele continente e citam em seu favoros relatos sobre plantas narcóticas que viram mascar, fumar ou sorver em forma de pó. Diversas pesquisas indicam que o tabaco foi introduzido na Europa após o descobrimento da América pelos espanhóis e portugueses, no final do século XV e início do século XVI, e desde então, passou a ser cultuado até o século XIX. A partir do século XX, o que se viu foi o declínio do tabaco em todo o mundo. Com oinício da colonização européia, o tabaco se difundiu rapidamente por todos os continentes e tornou-se a moeda corrente no tráfico de escravos, espalhando-se rapidamente pela África. O continente asiático (especialmente Japão, China e Índia) viu o tabaco ser introduzido pelos europeus ao longo do século XVI e a partir de 1600, já fazia parte do cotidiano de diversos povos daquele continente. Oconsumo de tabaco durante o século XVII foi, em sua maior parte, para uso medicinal. Também nesse período surgiram as primeiras medidas restritivas e os primeiros relatos de complicações clínicas em trabalhos

ingleses e chineses. Os turcos decretaram pena de morte para os que fossem pegos fumando e logo foram seguidos pelos chineses, que por decisão do imperador, decapitavam os tabagistas. Apesardisso, o tabaco tornou-se uma planta de consumo visando o prazer e a diversão. A partir do século XVII, na Europa, praticamente todos fumavam. A Espanha mantinha grande parcela do comércio do tabaco na Europa e tentou estabelecer monopólio no continente, no que foi impedida pela Inglaterra e Holanda, que por anos dominaram as importações e exportações. Estas asseguraram o transporte de tabaco pelosseus navios cobrando pesadas taxas que os demais países eram obrigados a pagar. Empresas tornaram-se verdadeiras potências como a Companhia das Índias e a Virgínia Company da Inglaterra. Vários países defenderam e criaram os seus monopólios. A França, por volta de 1629, criou a chamada “Ferme Generale”, garantindo o controle do Estado tornando-se o único importador, fabricante e vendedor detabaco, com poderes ilimitados para prender e executar os contrabandistas de tabaco. Na Itália o tabaco chegou em meados do século XVI por intermédio de um representante da Igreja e passou a ser cultivado no Vaticano, ocasião em que recebeu a denominação de “erva santa” ou “divina”. Portugal criou monopólio do tabaco em 1674, instituindo a Mesa de Inspeção de Tabaco com legislação que punia ocontrabando, vigorando no Brasil até depois da independência. No Brasil colônia, o tabaco serviu de moeda forte no escambo de escravos. No século XIX o charuto teve seu reinado. Sua popularidade entre os abastados simbolizava elevado status econômico-social. Já o cigarro surgiu em meados do século XIX. A produção de cigarros se industrializou e fábricas apareceram na Inglaterra e França. Entre 1840 e...
tracking img