Serviço social em tempo de capital fetiche

A partir da leitura do texto de Marilda Vilela Iamamotto retirada do livro “Serviço Social em tempo de capital fetiche: capital financeiro, trabalho e questão social”, responda:
1) Quais osprincipais desafios colocados ao Serviço Social na atualidade?


O Serviço Social nasce no berço da Igreja Católica para amenizar os conflitos entre a classe burguesa e o proletariado,defendendo os interesses das classes dominantes, mas trazendo apregoando a prática caritativa.
Durante décadas o Serviço Social se baseou nas doutrinas religiosas para realizar sua atuaçãoprofissional, enquanto a sociedade na qual estava inserido se modificava rapidamente.
Á partir da década de 1990 os assistentes sociais perceberam que precisavam romper com o conservadorismo e buscar umreferencial teórico para nortear as suas ações e é então que se inicia o movimento de tentativa de ruptura, que tem seu ápice na década de 1980 , quando os profissionais começam a se utilizar das obrasde Marx para tentarem romper com o tradicionalismo e encontrarem um embasamento teórico mais consistente.
Começam as produções teóricas no campo do Serviço Social e cada vez mais profissionaisbuscam se capacitar, se aperfeiçoar continuamente, para lidarem com as novas demandas.
Na década de 1990 o mercado de trabalho sofre um grande impacto com o advento das idéias neoliberaisimplantadas por Collor e continuadas no governo de Fernando Henrique Cardoso, aumentando o desemprego e a pauperização popular, ao passo que as novas tecnologias também avançavam e o Serviço Socialencontra novos grandes desafios pela frente , além das divergências entre capital e trabalho, cuja relação conflituosa, originou a criação do Serviço Social.
Em meio á todo esse contexto pertinente aoServiço Social, á também a questão das universidades públicas e privadas da área, que começam a se expandir por todo o território nacional, principal com a chegada do governo de Luiz Inácio da...