Serviço social antes e após a reconceituação

Serviço Social antes e após a Reconceituação

Introdução...............................................................pág.4
NossaColonização..................................................pág.5
Reconceituação do serviço social no Brasil............pág.5/8
Conclusão................................................................pág.8/10
ReferênciasBibliográficas.......................................pág.10



























Serviço Social antes e após a Reconceituação

Introdução

O Assistente Social não tinha autonomia pensante, executava apenaso que era do interesse de seus contratantes, desobediência à politicagem que se afirmava até então, seria sacrifício na certa. A profissão é reconhecida nos Estados Unidos e Europa, e suas frenteschegam ao país assumindo significante importância para a atividade ainda pouco reconhecida. A industrialização necessita de um responsável mediador de interesses, o que promove novos postos de trabalhoe exige uma especialização diferenciada dos demais gerenciamentos. O crescimento das demandas, também abre espaços para um número maior de profissionais, e com isso a necessidade de um padrão noatendimento, com conceitos próprios e não mais uma cópia das éticas praticadas nos Estados Unidos e Europa. Em abril de 1964, com o golpe militar instaurou-se no país a ditadura militar, abafando todas asoposições contrárias ao regime. As necessidades e a desassistência à população desencadeiam a união por uma causa única, a opressão já é menos nociva do que as necessidades vigentes. O movimentoganha as ruas e o apoio da classe oprimida. As mobilizações tomam conta do mundo e com isso também à notoriedade de todos. As urgências no atendimento social não podem mais esperar, o movimento cresce eassim o antes assistencialismo passa a ter seus procedimentos próprios, desenvolve sua dogmática, teorias, praticas, e é por fim reconhecida também como ciência. Esse será o assunto de iremos...
tracking img