Serviço social america latina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2616 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Anhanguera – Uniderp - Centro de Educação a Distância - Serviço Social

Serviço Social na América Latina

Dalva Bianchetti R.A. 308434
Luciane Yoshiy Botini R.A. 302552
ReginaMarchetti R.A.
Telma Cristina Nunes R.A. 295524
Wanair Rossetto Bassetto R.A. 295536

Piacatu – SP
2011
Serviço Social na América Latina

Acadêmicos: Dalva Bianchetti R.A. 308434
Luciane Yoshiy Botini R.A. 302552
Regina Marchetti R.A.
Telma CristinaNunes R.A. 295524
Wanair Rossetto Bassetto R.A. 295536

Trabalho Pesquisa da disciplina de
Fundamentos Históricos, Teóricos,
Metodológicos do Serviço Social I
Universidade Anhanguera Uniderp

Piacatu – SP
2011
Surgimento do Serviço Social na América Latina e seu Desenvolvimento

A historia do surgimento do serviçosocial na América Latina tem sido muito questionada, tendo inúmeras versões, em particular sobre o começo do ensino superior. Em 1925 começa a funcionar em Santiago do Chile a primeira escola de Serviço Social, fundada pelo Dr. Alejandro Del’Rio. O fato de que a primeira escola de Serviço Social da América Latina tenha sido criada por um médico é de fundamental importância. Na América Latina, oServiço Social surge como subprofissão, subordinada à profissão médica. O ritmo do desenvolvimento do capitalismo chileno trouxe toda a seqüela das consequências e males derivados da expansão das relações capitalistas de produção.
Os conflitos trabalhistas e a aplicação da legislação pertinente, bem como as expressões do protesto operário, eram tratados pelos advogados. E o problema da saúdeera especialmente agudo no momento em que a acumulação capitalista condenava à enfermidade milhares de trabalhadores: a prevenção e a terapia eram precárias, não havia a necessária infra-estrutura e se carecia de um amplo corpo de profissionais – e, basicamente, o capital não estava interessado em responder a estas demandas de caráter social. Seguramente a Escola Elvira Matte de Cruchaga teveinfluência internacional, por ser a primeira das escolas de Serviço Social, foi escolhida pela União Católica Internacional de Serviço Social, a UCISS, para fomentar (promover o desenvolvimento o progresso) o Serviço Social Católico na América Latina. O objetivo da UCISS era propiciar a difusão do Serviço Social Católico. Contudo, a fundação da escola uruguaia não resultou apenas de contatos com aElvira Matte de Cruchaga – ainda que tais contatos tivessem sido de fundamental importância. Em Buenos Aires, Argentina, a escola Católica de Serviço Social criou-se em 1940 por influência da Srta Izquierdo. N
Na Colômbia, a formação da Escola, surgiu no entusiasmo de Maria Carulla, no Peru, a Escola de Serviço Social foi criada em 1937. Na sua gênese, teve papel central a esposa doPresidente Oscar A Benavides, que desde 1934 solicitara a cooperação da Elvira Matte de Cruchaga, também a escola de Venezuela esteve na orbita de Elvira Matte de Cruchaga. Embora a primeira escola Cubana só surgisse anos depois, o dinamismo das lideranças da Elvira Matte repercutiu na ilha caribenha, dando lugar ao entusiasmo de grupo de pessoas. Carlos Montaño (1998) em seus estudos sobre a natureza doServiço Social apresenta duas teses claramente opostas sobre a natureza profissional: Perspectiva Endógena e Perspectiva Histórico-crítica. Na Perspectiva Endógena ou Conservadora a origem do Serviço Social está relacionada à evolução, organização e profissionalização da caridade e da filantropia, das damas de caridade (moças de família rica) emergentes na Igreja católica, através do humanismo...
tracking img