Serrapilheira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1985 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
. SERRAPILHEIRA
A serrapilheira atua na superfície do solo como um sistema de entrada e
saída, recebendo entradas via vegetação e, por sua vez, decompondo-se e
suprindo o solo e as raízes com nutrientes e matéria orgânica, sendo essencial
na restauração da fertilidade do solo em áreas em início de sucessão ecológica
(EWEL, 1976). Quando acumulada sobre o solo contribui, juntamente com osdiversos compartimentos florestais, para a interceptação das gotas de chuva,
minimizando assim seus efeitos erosivos. É também um compartimento de
armazenamento de água, que apesar de pouca capacidade em termos
quantitativos, funciona como um isolante térmico, contribuindo para a redução
da evaporação e manutenção de microclima estável na superfície do solo
(KINDEL, 2001; FIGUEIRÓ,2005). Além disto produz sombra e retem
umidade, criando condições microclimáticas que influem na germinação de
sementes e estabelecimento de plântulas (MORAES et al., 1999).
Porém quando muito espessa, a serrapilheira pode atuar como barreira
física ao estabelecimento inicial de determinadas espécies, dificultando a
penetração de sementes, impossibilitando a radícula de atingir o solo ouimpedindo que plântulas consigam emergir após a germinação (CHAMBERS &
MACMAHON, 1994). Esta também desempenha papel essencial no
crescimento das plantas, pois influencia nas propriedades físicas, biológicas e
químicas dos solos, bem como aumenta a capacidade de troca catiônica (CTC)
do solo (GARAY; KINDEL, 2001).
A produção de serrapilheira controla diretamente a quantidade denutrientes que retornam ao solo e por esta razão se constitui em importante
processo de controle da ciclagem de nutrientes (BARNES et al., 1997). O
material acumulado permite a existência de grande variedade de nichos para a
mesofauna e microrganismo, bem como é fonte de colóides para o solo
(SANTOS, 1989).
O acúmulo de serrapilheira no solo está diretamente relacionado com a
atividadedecompositora dos microorganismos, que ao serem afetados em
seus processos metabólicos diminuem sua atividade, ocasionando um baixo
coeficiente de decomposição (SANTOS, 1997). Para Poggiani (1985), a
decomposição da serrapilheira é um fenômeno onde os tecidos mais facilmente
atacados por fungos e bactérias, tais como celulose e hemicelulose,
desaparecem rapidamente, mas, à medida que o ataquevai progredindo,
permanecem substâncias gradativamente mais resistentes à decomposição
que, em alguns casos, podem demorar dezenas de anos para desaparecerem
da liteira. Alguns fatores influenciam na decomposição como: latitude, altitude,
temperatura, precipitação, estágio sucessional, herbivoria, disponibilidade
hídrica e estoque de nutrientes do solo (PORTES et al., 1996) umidade dosolo
(BOURGHOUTS et al., 1994) e vento (DIAS & OLIVEIRA FILHO, 1997).
A produção de serrapilheira varia de acordo com o grau de perturbação,
de floresta para floresta, inclusive dentro do mesmo tipo florestal
(PAGANO,1989; SCHLITTLER et al. 1993). O estádio sucessional da formação
vegetal influi diretamente na produção de folhedo, de tal modo que florestas
secundárias caracterizam-se porapresentar menos produção de serrapilheira
que florestas em início de regeneração, já que estas últimas apresentam
dominância de espécies pioneiras (LEITÃO FILHO et al., 1993; EWEL, 1976).
Segundo Lowman (1988), a estrutura vertical e horizontal da comunidade
vegetal e a composição e distribuição de espécies podem interferir na
distribuição e produção de serrapilheira.
O seu padrão dedeposição introduz heterogeneidade temporal e
espacial no ambiente, podendo afetar a estrutura e a dinâmica da comunidade
de plantas (FACELLI & PICKETT, 1991; MOLOFSKY & AUSGSPURGER,
1992). Rodrigues (1998) considera a produção de serrapilheira como um dos
importantes indicadores de avaliação e monitoramento das fases posteriores à
implantação de florestas, objetivando a restauração de...
tracking img