Sergio buaruqe de holanda

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1580 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ DEPARTAMENTO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - DEG CURSO DE LICENCIATURA ESPECÍFICA EM HISTÓRIA


“Sérgio Buarque de Holanda”

NATAL/RN 2012

Ana Carla Bento de Oliveira Hemerson Sousa dos Santos Liliane Brito das Flores Pereira Maria Gorethi de Oliveira Soares Neuraci Xavier de Souza

“Sérgio Buarque de Holanda”

Trabalho elaborado na disciplina deHistoriografia Brasileira, como requisito parcial para obtenção de nota avaliativa. Orientador: Prof.ª Adriana

NATAL/RN 2012

DESENVOLVIMENTO 1. Introdução

Sérgio Buarque de Holanda

Sérgio Buarque de Holanda é filho de Christovam Buarque de Holanda e Heloísa Gonçalves Moreira Buarque de Holanda nasceu a 11 de julho de 1902, em São Paulo, no bairro da Liberdade. O pai, pernambucano, veio jovempara o Rio e principiou o curso de medicina que não onde não terminou. Transferiu-se para São Paulo, a fim de trabalhar no Serviço Sanitário do Estado e foi um dos fundadores da Escola de Farmácia e Odontologia, onde lecionou Botânica. Sérgio foi casado com Maria Amélia Buarque de Holanda com quem teve sete filhos: Miúcha, Sérgio, Álvaro, Chico, Maria do Carmo, Ana Maria, Maria Cristina. Destesfilhos, dois são conhecidos pelos brasileiros pelo seu talento musical: Miúcha e Chico. Sérgio Buarque de Holanda, ao lado de Gilberto Freyre e Caio Prado Júnior, é considerado como um dos principais ideólogos e pensadores do Brasil. Sérgio desenvolveu teorias que mudaram a forma de pensar o Brasil. Escreveu diversos livros e estudos, além de ter prefaciado vários livros e ter colaborado em muitosoutros também. Exerceu várias funções acadêmicas e ministrou diversas palestras, tanto no Brasil quanto no exterior.

2. Vida Sérgio Buarque de Holanda teve provavelmente uma vida modesta, levou uma vida, sobretudo urbana, teve uma formação escolar formal e regular. Desde sua infância ele alegava seu interesse pela leitura e escrita onde escrevia prosa e verso tocava piano, compunha valsas egostava de dançar, ou seja, um homem Boêmio. Nos últimos tempos de São Paulo, começou a conviver com gente interessada nos mesmos assuntos culturais, principalmente literatura onde convivia em rodas de amigos intelectuais. Começou sua carreira como critico literário e jornalista. Em 1921, a família Buarque de Holanda mudou-se definitivamente para o Rio. Nesse mesmo ano, matriculou-se na Faculdade deDireito. Sérgio jamais foi um estudante frequente nem interessado. Em compensação, foi na faculdade que nasceu grande amizade com Prudente de Morais Neto. Em 1922 participou do movimento modernista, que tinha como principal objetivo reinventar a arte no Brasil. Formou-se em Direito em 1925, mas não chegou a exercer a profissão, mais tarde, Sérgio passou para a agência de notícias United Press. Em1926, rompeu com os modernistas mais radicais, para Sérgio esse modernista queriam reinventar a história brasileira, onde para ele uma cultura nacional não surgia por mera vontade ideológica. Além da Semana de Arte Moderna, Sérgio Buarque tem relação com a revolução de 30 e a revolução de 32 sendo preso por aderir às ideias revolucionárias e apoiar os rebeldes e se manifestar a favor deles. Em1928 foi convidado pelo Bloco Operário camponês, aliado do comunismo mais recusou, em 1930 posicionou-se contar o governo de Vargas, em uma época marcada por intensos debates políticos.

Ao viajar para Europa onde permaneceu um ano, pensou em escrever um livro sobre o Brasil e escreveu um volumoso texto, a qual deu o titulo de Teoria da América, mais não o publicou. De volta ao Brasil, o texto deuorigem a uma da mais importante obra de Sérgio Buarque de Holanda “Raízes do Brasil” publicado em 1936. Sérgio também se tornou professor da Escola pública de Sociologia e politica onde ensinou de 1947 a1955, e da Universidade de São Paulo (USP). O pensamento de Holanda era que o Brasil precisava ser redescoberto e construído pela própria população e não pelos governantes, mais para isso o povo...
tracking img