Sentença exploradores de cavernas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (832 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
EXMO. SR.
DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA CRIMINAL
O Ministério Público, no uso das atribuições que lhe conferem a lei penal, com o fito primordial de manter a ordem pública, e na qualidade de fiscalda lei, vem, pela presente e pelos motivos a seguir declinados, propor em face aos acusados do HOMICÍDIO de ROGER WHETMORE, a
DENÚNCIA,
tendo em vista fatos de extrema relevância apurados emInquérito Policial no que tange ao caso dos "Exploradores de Cavernas", não nos restando nenhuma dúvida quanto ao cometimento do delito infradescrito.
 
DOS FATOS
Segundo o relatório apresentado por esteexmo. juízo, os réus ingressaram na caverna na companhia da vítima, conhecendo as adversidades que por ventura poderiam ter que enfrentar, pois no interior da mesma existiam poucos recursos naturais, oque dificultaria a sobrevivência caso houvesse algum desmoronamento que bloqueasse a entrada, como houve.
Após o desmoronamento, os réus juntamente com a vítima fizeram contato com as equipes debusca através de um rádio transmissor, indagando-as se poderiam resistir até o final das buscas por meio de se alimentarem de carne humana, sendo respondido que sim, resposta esta dada pelo presidente dacomissão. A vítima questionou às autoridades que faziam parte da comissão, sobre a possibilidade de se fazer um sorteio, através de um lançamento de dados, para decidir quem deveria ser sacrificadopara que os demais pudessem se alimentar de sua carne, aumentando assim a sobrevida dos agraciados no sorteio. Não obtendo resposta alguma dos seus interlocutores, decidiram consumar tal sorteio, porémantes de realizar o seu lançamento, a vítima desistiu, sendo coagido a participar e acusado de violar o contrato por eles firmado, contrato este sem nenhum valor jurídico, pois configura ato jurídiconulo de pleno direito, pois o seu objeto era ilícito. Tal coação foi tão gritante, que um dos réus foi quem realizou o lançamento relativo à vítima, não lhe restando nenhum recurso senão concordar...
tracking img