Senhor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7681 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do Minho
Design e Marketing de Moda

Conforto e Fisiologia do Vestuário | Conforto nos Anos 50 |

Marta Pinho nº 55914
Joana Gouveia nº 55909
Tiago Azevedo nº 50659

Índice
1. Introdução 3
2. Resumo 3
3. Contexto Histórico dos Anos 50 5
3.1. Musica 5
3.2. Cinema 6
4. Acontecimentos anos 50 e Economia 7
5. Estilistas8
5.1 Dior 8
5.2 Hubert de Givenchy 9
5.3 Cristobal Balenciaga 10
5.4 Valentino 11
6. Moda Anos 50 11
7. Design 16
8. Conforto 17
9. Acessórios 18
9.1. Óculos 18
9.2. Luvas 21
9.3. Sapatos 23
9.4. Malas 29
9.5. Chapéus 34
10. Vestuário 37
11. Conclusão38
12. Bibliografia 39

1. Introdução
Este trabalho tem como objectivo aprofundar o conforto em todo o tipo de acessórios e vestuário que surgiram como uma espécie de novidade e que marcaram os anos 50. E tentar entender a sua evolução dentro da própria época. Para uma melhor percepção pesquisou-se e analisou-se factores, fossem estas as guerras, as rebeliões dos jovens, a alteraçãoda mentalidade das massas, que poderiam estar por detrás de certas mudanças tanto nos acessórios como na moda.

2. Resumo
A moda tanto nos anos 50 como nas restantes décadas vem sido alterada/influenciada por vários aspectos, como por exemplo a musica e o cinema. Os anos 50 são considerados os “anos Dourados” que foram marcados pelo luxo e glamour no final dos anos 40.
Em suma, a moda foiinfluenciada na música Rock’n’Roll mais propriamente no Elvis Presley, pelos jovens.
Estes procuravam criar a sua identidade, o seu próprio estilo na moda.
Não só a música como também o cinema serviu de inspiração nesta década. Quando a guerra terminou as pessoas sentiram necessidade de sair à rua, participando em eventos sociais, tais como festas, jantares, cocktails e assistir a uma sessão decinema.
É nesta altura que a mulher se torna no símbolo supremo de beleza, luxo, alegria e perfeição.
Após a Segunda Grande Guerra houve um crescimento significativo da economia a nível mundial, que por sua vez, fez com que a Europa recuperasse rapidamente da destruição causada pela Segunda Guerra Mundial, através das ajudas dos Estados Unidos.
Contudo nos finais da guerra os materiais aindaeram racionados, não havendo grande evolução a nível de silhuetas e/ou materiais novos.
Outro motivo para que a moda não sofresse grande evolução, foi a limitação das importações, devido á guerra.
Estilistas como Christian Dior (com o “New look”), Hubert Givenchy (com a sua blusa “Bettina”), Cristobal Balenciaga (com as túnicas e os mantos em forma de quimonos) e Valentino (com a sua “colecçãoBranca” e os vestidos de cor vermelho-alaranjado), marcaram a sua posição nos anos 50 com diversificados produtos de moda.
O “New look” de Dior revolucionou o mundo da moda, fazendo com que a mulher se voltasse para a feminilidade, o luxo e a sofisticação.
Como grande destaque na criação de sapatos, apareceram o Roger Vivier e Salvatore Ferragamo.
Todos estes nomes contribuíram para uma inovaçãono vestuário e calçado que não existia no inicio da década, no final da Guerra.
Os acessórios que mais se revelaram nos anos de 1950 foram os chapéus, luvas, malas e sapatos, entre outros.
Estes tipos de acessórios tiveram grande importância nestes anos, pois era considerada uma década de glamour, de luxo, e o que melhor, para representar essas duas características como as malas trabalhadas, ossapatos extravagantes e sensuais, os chapéus com enormes abas, que inicialmente serviam de protecção, ao longo da década passou a ser meramente estético.

3. Contexto histórico dos anos 50
A moda tanto nos anos 50 como nas restantes décadas vem sido alterada/influenciada por vários aspectos, como por exemplo a musica e o cinema. Os anos 50 são considerados os “anos Dourados” que foram...
tracking img