Sencibilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5156 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
VISÃO GERAL DO SISTEMA SENSITIVO

VISÃO PANORÂMICA
Sensibilidade é a capacidade que tem o sistema nervoso (SN) de identificar um estímulo em nível consciente ou inconsciente, vindo de qualquer modalidade somatosensitiva ou de suas submodalidades como dor, tato, temperatura e pressão. Os sistemas sensoriais são encarregados de recolher informações do meio que nos rodeia e dointerior do organismo. Por meio de células especializadas transmitem as informações ao sistema nervoso central (SNC) para seu processamento e análise. Essa função tem sua expressão mais primitiva em uma simples irritabilidade nos organismos unicelulares, mas à medida que houve ascensão na escala zoológica, constitui-se um sistema cada vez mais complexo.
A informaçãodo meio externo é utilizada para: 1) as sensações e as percepções; 2) a regulação da função dos órgãos internos; 3) a manutenção da vigília; e 4) o controle dos movimentos. A sensibilidade corporal tem função de servir de alarme, proteção ou vigília, explorar as formas e adaptar os gestos voluntários ao organismo. O exame sensitivo é realizado para descobrir se existem áreas: semsensação, com sensação diminuída, aumentada, pervertida ou com resposta retardada. O sistema sensitivo situa o indivíduo em relação com o ambiente, de acordo com o seu grau de percepção. Cada sensação depende do impulso pela qual é excitada e pela adequada estimulação dos receptores. Distinguem-se na sensibilidade duas modalidades: especial e geral.
Trataremos da sensibilidade geral. Asensibilidade geral tem seus receptores esparsos, difundidos pela economia animal, embora com sensíveis variações regionais de concentração. Compreende esse grupo a modalidade de: dor, temperatura, tato superficial e profundo, vibratória e a cinéticopostural.

SENSAÇÃO
Denomina-se sensação a sequência de eventos pelo qual um estímulo é detectado e reconhecido seu aparecimento. Cadavia nervosa termina em um ponto específico do SNC e que o tipo de sensação experienciada, quando é estimulada uma fibra nervosa, é determinado pelo local do SN para onde vai à fibra. O estímulo viaja em organização hierárquica em série ou em paralelo.

Em série, um neurônio sensitivo primário, recebe estímulo nociceptivos, os transmite ao neurônio de segunda ordem e esse a outro demaior hierarquia, de tal forma que todos esses neurônios respondem a estímulos dolorosos e, em cada nível, realiza-se um processo mais complexo dessa
informação inicial. Em paralelo, ao combinar-se tato fino, tato grosseiro e propriocepção, que viajam por três vias diferentes (duas pelo funículo posterior e uma pelo ânterolateral), sendo possível determinar aforma e o tamanho dos objetos com as mãos sem ajuda da visão ou estereognosia. Outro exemplo é o da combinação do frio com a pressão para dá a percepção de umidade.

Modalidade ou qualidade da sensação
É determinada pela existência de sensações semelhantes mediadas por um órgão sensitivo particular. Henry Head e Rivers, em 1905, dividiram o ramo cutâneo donervo radial de seus próprios antebraços, em três zonas; com isso formaram a base para a teoria, com: 1) uma área prejudicada mais externa, na qual a sensação superficial foi completamente abolida; esta era circundada por uma zona intermediária, que a sensação de dor estava preservada, mas pobremente localizada; graus extremos de temperatura foram reconhecidos nazona intermediária; mas a percepção ao toque, a menor diferença entre temperatura e a discriminação entre dois pontos estavam abolidas.
Para explicar esses achados, Henry Head e Rivers postularam a existência de dois sistemas de receptores cutâneos e fibras de condução. 1) Um sistema primitivo chamado protopático, que conduz a dor e as diferenças extremas de...
tracking img