Seminario de economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2040 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução





A importância do varejo vem crescendo no panorama empresarial no Brasil e no mundo. O ritmo rápido e o fortalecimento do setor fazem aumentar o número de varejistas, de modo que, atualmente, o setor apresenta um volume anual de vendas superior a R$ 100 bilhões, compreendendo cerca de um milhão de lojas e representando mais de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.Em relação ao setor de varejo de vestuário, o Brasil é o mercado emergente mais atraente. De acordo com um estudo da consultoria internacional A.T. Kearney, o Brasil ficou em primeiro lugar, em 2009, pelo segundo ano consecutivo no ranking dos 10 países mais atraentes para o varejo de roupas e acessórios.
Neste trabalho estamos apresentando como o setor de moda em acessórios femininos vemcrescendo no Brasil, e quais os motivos para o aquecimento do mesmo.
Apresentamos também os laudos de uma empresa nesse ramo,especificando custos monetários e não monetários.Também estamos expressando nossa opinião sobre os vídeos e artigos sugeridos pelo professor.


















Primeiros Passos do Varejo deModa no Brasil




Segundo Schmid (2004), até o final do século XVIII, a comercialização de vestuário no Brasil era de tal forma precária que as roupas eram herdadas através das gerações.
Foi somente com as iniciativas do Marquês de Pombal que se iniciou uma campanha para o desenvolvimento de uma produção de moda portuguesa no Brasil, viabilizada pela liberação da abertura de fábricas detecido e fabricação de roupas. No entanto, o que ocorreu foi uma efêmera tentativa do setor, já que tratados com a Inglaterra deram isenção de impostos para os tecidos ingleses exportados para Portugal, o que acabou, temporariamente, com as pretensões de uma indústria local.
O processo de formação e consolidação da Indústria Têxtil no Brasil foi lento, refletindo no desenvolvimento do varejo devestuário. Stein (1979) considera que o período de 1844 até 1913 corresponde à fase de implantação da Indústria Têxtil nacional. De acordo com o autor, em 1864, o Brasil já tinha uma razoável cultura de algodão, mão-de-obra abundante e um mercado consumidor em crescimento, fatores que influenciaram na evolução da Indústria Têxtil e, consequentemente, do varejo da moda.Evolução do Varejo de Moda no Brasil


Dos anos 60 até a década atual, o varejo de moda no Brasil passou por grandes mudanças, não somente no que diz respeito a tendências, mas também no que concerne aos hábitos dos consumidores e à forma de atuação dos varejistas, fruto tanto de alterações ocorridasna sociedade brasileira, como de mudanças provocadas pelo avanço da tecnologia e a globalização dos mercados.
De acordo com Schmid (2004), na década de 1960 a cidade do Rio de Janeiro possuía poucas lojas em suas ruas. Nessa época as compras se localizavam nos grandes centros. É nesse período que se inicia o processo de descentralização do comércio na cidade, com o aparecimento de polos decomércio como o de Copacabana, da Praça Saens Peña e da Tijuca.
A autora explica que a partir da década de 1970 as pessoas não tinham mais tempo e paciência para procurar costureiras e ficar provando roupas sob medida e, em função disso, a forma de se vestir começou a mudar. Essa década foi fundamental para o lançamento de uma moda carioca.
Nos anos 80, conta Schmid (2004), o mundo passou a adotarum estilo mais executivo, nada parecido com a moda hippie que marcou a década anterior. O Rio de Janeiro passou a se inspirar na cidade de Manhattan; as mulheres começaram a usar perfumes masculinos; as pessoas passaram a cultuar o corpo; o tênis começou a fazer parte da moda; o sportwear, os agasalhos e os moletons passaram a integrar a moda do dia-a-dia.
De acordo com Fukushima e Muller...
tracking img