Seminario de economia portuguesa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6205 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Os economistas muitas vezes são acusados de saberem o preço de tudo e o valor de nada…

“Qual o valor do canto de um pássaro?”
“Se nós nos preocupamos com o canto dos pássaros bem como com outros símbolos com valor ambiental, temos de afectar recursos para a sua protecção e escolhas tem de ser feitas – esta é a contribuição da perspectiva económica. Mas a questão não é só uma de afectação. Ovalor de o canto de um pássaro tem definitivamente um aspecto monetário; mas o canto do pássaro em perigo de extinção, bem como outras exemplificações de amor, não pode ser reduzido a uma simples mercadoria (…) o valor do canto de um pássaro também tem a ver com aquilo que ele nos ensina acerca do nós e aquilo que queremos fazer das nossas vidas enquanto por cá andamos.”

Funtowics e RavetsGostaríamos, de deixar um especial agradecimento ao Prof. Doutor Luís Campos e Cunha e ao Prof. Fernando Brito Soares que contribuíram para o nosso trabalho.














Sumário Executivo

Para este trabalho da cadeira de Seminário da Economia Portuguesa e Europeia escolhemos analisar o sector primário e a sua importância na União Europeia e em Portugal.Através de uma cuidada revisão de literatura e análise de dados examinámos o sector primário como base da actividade económica, estudando as políticas e reformas da PAC. No âmbito desta análise observámos 3 países, os quais comparámos Portugal. No fim fizemos algumas conclusões e opiniões.
































Índice

SumárioExecutivo.................................................................................................. 3
Índice ......................................................................................................................4
I. Introdução.............................................................................................................5
II.O Sector Primário na EU…………………………………………………...…..5
III. OSector Primário na EU e as relações com o Mundo …………………….....7
IV. A PAC e as reformas.........................................................................................8
V. Portugal no âmbito da PAC...............................................................................10
VI. Análise porpaís................................................................................................12
VII. Conclusão e opiniões………………………………………………………..15
VIII. Anexos……………………………………………………………………...16
IX. Bibliografia……………………………………………………………….......28







































I. Introdução

Breve História e introdução ao sector primário.
A economia é composta por 3 sectores de actividade: o primário, secundário e terciário. No sectorprimário, englobam-se as actividades que extraem recursos directamente da natureza sem os transformar. Este sector encarrega – se da transformação de recursos naturais em produtos primários, que muitas vezes são utilizados como matérias-primas para transformação pelos outros sectores, que os tornam bens de consumo. Como tal, este sector é composto pela agricultura, pecuária, silvicultura, extracçãomineira, apicultura e pescas. O sector primário é o sector de actividade mais antigo, havendo registos de práticas agrícolas desde os tempos pré-históricos. Até ao princípio do século XIX o sector primário continuou a ser a base das economias, empregando a maior parte da população activa, nomeadamente na agricultura, dado o baixo desenvolvimento tecnológico e a constante necessidade de tais produtos. Apartir do meio do século XIX e princípio do século XX, este sector começou porém a perder trabalhadores para o sector secundário (o da transformação) devido à revolução industrial e ao aperfeiçoamento das técnicas na agricultura . Nos países em desenvolvimento, o sector primário tem ainda o maior peso enquanto o sector secundário tem crescido nos países desenvolvidos, nomeadamente na Ásia...
tracking img