Semi-sólidos pomadas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2675 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CONTROLE DE QUALIDADE DE SEMI-SÓLIDOS
INTRODUÇÃO

Os medicamentos podem apresentar–se como: comprimidos, cápsulas, injetáveis, pomadas, géis, dentre outros. Normalmente as drogas não são administradas aos pacientes, no seu estado puro ou natural, mas sim como parte de uma formulação, ao lado de uma ou mais substâncias não medicinais que desempenham varias funções farmacêuticas.Ao conjunto de fatores que incluem desde a matéria prima, controle do processamento e controle da forma farmacêutica, até a bula, a embalagem e a propaganda é designado de qualidade do medicamento. Todos esses fatores podem afetar a segurança e eficácia do produto, causando prejuízos ao consumidor (FARIAS, et al; 1985).
Com o objetivo de avaliar as características físicas, químicas emicrobiológicas das matérias-primas, embalagens, produtos em processo e produtos acabados existem os ensaios de Controle de Qualidade. Assim, a verificação da conformidade das especificações deve ser vista como um requisito necessário para a garantia da qualidade, segurança e eficácia do produto e não somente como uma exigência regulatória (ANVISA, 2008).
Segundo BRANDÃO (2005) aAgência Nacional de Vigilância Sanitária, através da Gerência Geral de Inspeção de Medicamentos e Controle de Produtos, vem constatando a inexistência no país de uma literatura técnica que sistematize os ensaios, processos e materiais utilizados por Laboratórios de Controle da Qualidade e Controle da Produção.
No Laboratório farmacêutico dentre as formas de maior complexidade e que exige maiorcuidado, desde a produção a embalagem final, são os medicamentos usados para uso externo que incluem pomadas, géis e outros. O presente trabalho visa demonstrar a importância do controle de qualidade na produção destes medicamentos, sempre buscando a melhoria continua.

Objetivo geral

O trabalho visa discutir a importância do Controle de qualidade na Produção Medicamentos de uso externo.Objetivos específicos

• Explicar como funciona o Controle de qualidade para medicamentos de uso externo.
• Destacar as atividades;
• Explicar os métodos utilizados;
• Confirmar a importância preponderante do Farmacêutico para o controle de qualidade;

1 CONTROLE DE QUALIDADE

1.1 Histórico

Para Faria (2008) A história da qualidade começou com a RevoluçãoIndustrial e a disseminação da produção em série. De qualquer forma, a qualidade como conhecemos hoje só surgiu por causa da segunda guerra mundial. Naquela época já existia uma certa preocupação com a qualidade dos produtos, o que significava garantir que todos os produtos fabricados teriam as mesmas características e não apresentariam defeitos, na medida do possível. Para isso, foram criados osinspetores de qualidade, responsáveis por inspecionar produto por produto. Por ocasião da II Guerra, os EUA incentivaram a utilização e ajudando a disseminar os novos métodos de controle de qualidade no mundo. Com o final a guerra, surgem os japoneses. Com uma dívida para pagar devido à derrota, os japoneses começam a investir em suas industrias. O que fez com que os japoneses logo se sobressaíssemfoi o fato de que a maioria de sua população era estudada, possuía pelo menos o nível médio, ao contrário dos americanos, e eram disciplinados, o que facilitou, e muito, o desenvolvimento de suas indústrias. Assim, os japoneses desenvolveram um método de controle de qualidade que ao invés de encontrar e eliminar as peças defeituosas buscava evitar que os defeitos ocorressem. Os responsáveis pelarevolução japonesa da qualidade foram a JUSE (Union of Japanese Scientists and Engineers) e os estatísticos W. E. Deming, Shewhart, Kaoru Ishikawa e Joseph M. Juran. Nos anos seguintes, Armand V. Feigenbaun lançou o livro “Total Quality Control: engineering and management” do qual surgiu o conceito de TQC. Philip B. Crosby, criou o conceito de “defeito-zero” no qual tudo pode ser bem feito da...
tracking img