Segurança no trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2664 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
DST no trabalho
Profilaxias pós-exposição não são totalmente eficazes. Assim, a prevenção da exposição ao sangue ou a outros materiais biológicos é a principal e mais eficaz medida para evitar a transmissão do HIV e dos vírus da hepatite B e C. Portanto, ações educativas permanentes e medidas de proteção individual e coletiva são fundamentais.

O risco médio de infecção, após exposição demembrana mucosa e peles íntegras é de 0,1% e de menos de 0,1% respectivamente. Estudos recentes têm demonstrado uma redução na já pequena infecciosidade associada a estes tipos de exposição ocupacional.
Pode-se perceber então que não somente em hospitais existem riscos de contagio eminente, em lugares que na maioria de nós pensamos não existir perigo, é onde existem riscos eminentes. Ex: banheirospúblicos, coletivos e ônibus interestaduais, maçanetas de portas, em fim todo profissional que trabalha com limpeza de ambientes públicos estão expostos a ser contaminados, já que são bactérias resistentes dependendo do local onde se encontram.
Portanto é necessário orientar os trabalhadores para o uso obrigatório dos epi’s tanto individual quanto coletivo, assim como palestras educativas eprevenção do trabalhador.

LER (Lesão por esforço repetitivo).

Alunos: Adailio
Anderson Noleto
Ceila Cristina dos Santos
Rafael Lima
Tallison Matteus
Professor: Lamoniê
Matéria: Princípios de saúde e profilaxia.

Definição

Denomina-se Lesão do Esforço Repetitivo ou simplesmente LER, a lesão causada pelo desempenho de atividade repetitiva e continua tais como tocar piano, dirigircaminhões, fazer crochê, digitação etc. Na prática trata-se de um "acidente”, sendo que a doença resultante pode ser caracterizada com diferentes nomes como: síndrome do túnel do Carpo, tendinites, tenosinovites, etc. Alguns autores referem-se a Lesão Traumática Cumulativa como um sinônimo da LER.
A LER é uma lesão relacionada com a atividade da pessoa, e em alguns casos pode ser entendida como uma doençaocupacional, e ocorre sempre que houver incompatibilidade entre os requisitos físicos da atividade ou tarefa e a capacidade física do corpo humano. Alguns fatores de risco contribuem para a instalação desta lesão, dentre eles: movimentos repetitivos, tracionamentos, postura incorreta, içamento de pesos etc.

Classificação
As classificações mais usuais são feitas conforme a evolução e oprognóstico, classificando a "DORT" baseando apenas em sinais e sintomas.
Fases
Fase 1 - Apenas queixas mal definidas e subjetivas, melhorando com repouso.
Fase 2 - Dor regredindo com repouso, apresentando poucos sinais objetivos.
Fase 3 - Exuberância de sinais objetivos, e não desaparecendo com repouso.
Fase 4 - Estada doloroso intenso com incapacidade funcional (não necessariamente permanente).Estágios
Estágio 1 - Dor e cansaço nos membros superiores durante o turno de trabalho, com melhora nos fins de semana, sem alterações no exame físico e com desempenho normal.
Estágio 2 - Dores recorrentes, sensação de cansaço persistente e distúrbio do sono, com incapacidade para o trabalho repetitivo.
Estágio 3 - Sensação de dor, fadiga e fraqueza persistentes, mesmo com repouso. Distúrbios dosono e presença de sinais objetivos ao exame físico.
Graus
Dennet e Fry, em 1988, classificaram a doença, de acordo com a localização e fatores agravantes:
Grau 1 - Dor localizada em uma região, durante a realização da atividade causadora da síndrome. Sensação de peso e desconforto no membro afetado. Dor espontânea localizada nos membros superiores ou cintura escapular, às vezes com pontadas queaparecem em caráter ocasional durante a jornada de trabalho e não interferem na produtividade. Não há uma irradiação nítida. Melhora com o repouso. É em geral leve e fugaz, e os sinais clínicos estão ausentes. A dor pode se manifestar durante o exame clínico, quando comprimida a massa muscular envolvida. Tem bom prognóstico.
Grau 2 - Dor em vários locais durante a realização da atividade...
tracking img