Segurança do trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1312 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de fevereiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução à Engenharia de Segurança do Trabalho
O Acidente : Conceitos, Causas e Prevenção

1. - Definições :

1.1. - Acidente

A Legislação Brasileira define acidente do trabalho como todo aquele decorrente do exercício do trabalho, e que provoca, direta ou indiretamente, lesão, perturbação funcional ou doença.
Do ponto de vista prevencionista essa definição não é satisfatória,pois o acidente é definido em função de suas conseqüências sobre o homem, ou seja, perturbações ou lesões.
Visando a sua prevenção, o acidente, que interfere na produção, deve ser definido como "qualquer ocorrência que interfere no andamento normal do trabalho", pois além do homem, podem ser envolvidos nos acidentes outros fatores de produção, como máquinas, ferramentas, equipamentos etempo.
Existe uma diferença fundamental entre as duas definições: na definição legal, o legislador se interessou em definir o acidente com a finalidade de proteger o trabalhador acidentado, através de uma compensação financeira, garantido-lhe a indenização. Conforme essa definição, o acidente só ocorre se dele resultar um ferimento, mas devemos lembrar que o ferimento é apenas uma das conseqüênciasdo acidente. A definição técnica nos alerta que o acidente pode ocorrer sem provocar lesões. A experiência demonstra que, para cada grupo de 330 acidentes de um mesmo tipo, 300 vezes não ocorre lesão nos trabalhadores, enquanto que em apenas 30 casos resultam danos à integridade física do homem. Em todos os casos porém, haverá prejuízo à produção. Sob o aspecto de proteção ao homem, todosos acidentes (com ou sem lesão) são importantes, em virtude de não se poder prever quando um acidente vai resultar, ou não, em lesão ao trabalhador. Portanto devemos procurar evitar todo e qualquer acidente.

1.2. - risco

Toda pessoa está sujeita pelo menos a três tipos de riscos :

Risco genérico - a que se expõem todos os homens;
Risco específico - a que se expõem ostrabalhadores de uma profissão;
Risco genérico agravado : rico pelas condições de trabalho.
Por exemplo, a possibilidade de acidentes de trânsito na viagem de ida e volta de casa para o trabalho se constitui num risco genérico. Os acidentes com a máquina de trabalho decorrem de um risco específico. O pedreiro de uma obra, que passa sob o sol está sujeito a um risco genérico, que pode seragravado no verão, e sofre os efeitos da insolação.

1.3. - Causa do acidente

Sob o ponto de vista prevencionista, causa de acidente é qualquer fator que, se removido a tempo teria evitado o acidente.
Os acidentes
não são inevitáveis,
não surgem por acaso,
são causados,
são possíveis de prevenção,
eliminando suas causas.
1.4. - Fatores de Acidentes
Hácinco informações importantes em todos os casos de acidentes. São os chamados fatores de acidentes : o agente da lesão, a condição insegura, o tipo de acidente, o ato inseguro e o fator pessoal inseguro.

1.5. - Agente da lesão

O agente da lesão é aquilo que, em contato com a pessoa determina a lesão. pode ser por exemplo um dos muitos materiais com características agressivas, umaferramenta, a ponta de uma máquina. Um ácido ou produto químico, ou a corrente elétrica, ou um canivete, são agentes de lesão.

1.6. - Condição insegura

Condição insegura de um local de trabalho são falhas físicas que comprometem a segurança do trabalhador. É responsável por 18 % dos acidentes. Exemplos :
Proteção mecânica inadequada;
Condição defeituosa do equipamento (grosseiro,cortante, escorrega- dio, corroído, fraturado, de qualidade inferior, etc), escadas, pisos, tubulações;
Projeto ou construções inseguros;
Processos, operações ou disposições perigosos (empilhamento, armazenagem, passagens obstruídas, sobrecarga sobre o piso, congestionamento de maquinaria, etc.)
Iluminação inadequada;
Ventilação inadequada ou incorreta.

1.7....
tracking img