Segurança do trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3621 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
MATÉRIA:

RELAÇÕES HUMANAS NO TRABALHO.

TEMA DO TRABALHO:

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO.

TÉCNICOS RESPONSÁVEIS:
BRUNO Nº04
RAONI Nº26
THIAGO Nº32
NILTON Nº22
PRISCILA Nº25

Qualidade de Vida no Trabalho

Tópicos;

Qualidade de Vida no Trabalho

1) Introdução
2) Conceitos
3) Fatores determinantes de qualidade de vida no trabalho
4) Programa de qualidade devida no trabalho
5) Conclusão

1) Introdução
Esta pesquisa trata da qualidade de vida no trabalho procura mostrar fatores preponderantes e determinantes da qualidade de vida no trabalho (QVT) do indivíduo e seus reflexos dentro de uma organização, além de mostrar os fatores necessários para a implantação de programas de qualidade de vida nas empresas.

2) ConceitosO conceito de QVT é muito abrangente, e precisa ser definido com clareza, uma vez que as posições profissionais dos trabalhadores dentro de uma organização são meios de satisfazerem suas necessidades de toda ordem, com reflexos evidentes em sua qualidade de vida. A qualidade de vida baseia-se em uma visão integral das pessoas, que é o chamado enfoque biopsicossocial. O enfoquebiopsicossocial das pessoas origina-se da medicina psicossocial, que propõe a vida integrada ao ser humano. Conforme desenho abaixo fica claro que o conceito de QVT è mais amplo do que as teorias tradicionais de motivação.

Segundo esse enfoque, saúde não é apenas ausência de doenças, mas também o completo bem estar biológico, psicológico e social. Esta definição, adotada pela organização mundialde saúde em 1986, abre espaço significativo para compreensão e administração de fatores psicossociais na vida moderna, especialmente no ambiente de trabalho. Um dos fatores que nem sempre aparece nas teorias convencionais é o stress e, no entanto, sua correlação com o trabalho é evidente. Atividades que requerem exaustivo esforço físico, ou que são alienantes, ou realizadas em ambiente de tensão,produzem efeitos psicológicos negativos, mesmo que a pessoa esteja bem fisicamente. O stress depende da capacidade de adaptação , que envolve o equilíbrio entre exigência que a tarefa faz a quem a realiza e a capacidade da pessoa que a realiza. Equilíbrio produz bem estar e sem ele resultam diferentes graus de incertezas, conflito e sensações de desamparo. O equilíbrio ou desequilíbrio pode serproduzido não apenas pela tarefa, mas por uma conjuntura. Por exemplo, uma situação de crise financeira e a perspectiva de perda de emprego deixam as pessoas em estado de grande tensão. Uma pessoa que perde o emprego pode passar a sofrer de diversos males, decorrentes da perda da estima pela dificuldade de recolocação. É tão serio este problema,que algumas empresas investem no apoio psicológico deseus funcionários. Além do enfoque biopsicossocial o conceito de qualidade de vida no trabalho baseia-se em uma visão ética da condição humana. A ética, como base da QVT procura identificar, eliminar ou minimizar todos os tipos de riscos ocupacionais. Isso envolve desde a segurança do ambiente físico, até o controle do esforço físico e mental requerido para cada atividade, bem como a forma degerenciar situações de crise, que comprometam a capacidade de manter salários e empregos.
O termo Qualidade de Vida tem sido constantemente utilizado para descrever situações em que, sob diversas óticas e/ou intervenções, procura-se criar condições que agreguem, objetivamente, valor e qualidade à nossa vida. Assim, a criação ou implantação de locais de lazer, urbanização de favelas,centros específicos para a terceira idade, etc. podem ser concebidos enquanto instrumentos de melhoria da qualidade de vida de uma população ou de parcela desta. Dado o local destacado que o trabalho ocupa em nossas vidas, era perfeitamente previsível que esta abordagem se ocupasse, também, da Qualidade de Vida no Trabalho. QTV e dos fatores que incorporam satisfação do indivíduo em sua atividade...
tracking img