Segurança do trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2043 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de janeiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
DEFINIÇÃO

A silvicultura pode ser definida como o melhor uso da floresta. Mas como em outras ciências, em silvicultura surgem outras definições. Entende-se como silvicultura a produção, reprodução e cultivo de florestas de modo a obter rendimento de forma perpétua. As praticas silvícolas tanto podem ser para preservação das florestas como para o reflorestamento tendo em vista oaspecto econômico e de uma pratica perpetua, visando o desenvolvimento das potencialidades existentes nas florestas.

HISTÓRIA

Com o desenvolvimento da civilização e o crescimento das populações só fez aumentar o consumo de produtos da floresta.
Por séculos as florestas foram à única forma de combustível; diretamente sobre a forma de madeira ou convertida em carvão. A madeirafoi também importante na construção de casas, móveis, navios, etc.; por muitos anos antes da descoberta e uso de carvão de pedra, óleo, gás e eletricidade, a madeira foi o único combustível de que se dispunha.
A história nos relata que o primeiro serviço de reflorestamento foi feito em Nuremberg e Frankfurt, cidades da Alemanha, no século XIII. Que se tornou a primeira nação européia nodesenvolvimento da silvicultura.
A Inglaterra, ao contrario, não soube conservar seus bosques, política para que concorram os seus governantes. Assim que Carlos I estabeleceu o prêmio para os que destruíssem as florestas, com a finalidade de incrementar o plantio de cereais. Cromwell seguiu a mesma política, visando o aumento da criação de ovelhas.
Mercê desta política, asestatísticas de antes da segunda Guerra Mundial nos dão a Alemanha com 27% da área florestal e a Inglaterra com apenas 4%.
Em vista disso, tem sido desenvolvido um vasto programa de conservação das áreas florestais das quais os marcos principais são:

Criação de Parques Nacionais;
Criação das Florestas Nacionais;
Criação de estações experimentais.
No Brasil, também já possuímos uma vastalegislação florestal, que vem desde as ordenações reais portuguesas. No período republicano os mais importantes fatos a assinalar são: em 1911 é criada oficialmente a Reserva Florestal do território do Acre. (hoje estado do acre). Esta resolução nunca foi posta em prática.
1933 – Criações dos Hortos Florestais – organizações destinadas à formação e distribuição de mudas de essências florestais.
Em1934 – Promulgação do código Florestal e Criação do Conselho Florestal Federal.
Em 1937 – Criação de parques nacional.
Em 1941 – Criação da Floresta Nacional do Araripe/Apody.

DIVISÃO DA SILVICULTURA

Dendrologia
Silvicultura Silvícola
Propriamente dita Regimes
Reflorestamento
Tratos culturais
Corte
Transportes
Silvicultura Utilização florestal Produtos florestais
Tecnologia florestalAnatomia de madeira
Conservação de madeira
Proteção florestal
Economia florestal
Ordenamento florestal

Silvicultura Propriamente dita – “É a arte de produzir, reproduzir e cultivar uma floresta de maneira que esta produza o maior volume de madeira no menor espaço de tempo e com menor despesa, em um determinado tempo”.
Dendrologia – estuda a árvore em sua anatomia,fisiologia e hábitos de crescimento.
Silvícola – é a ecologia vegetal, estuda as relações da planta com o meio, inclusive as interações da planta com o floresta.
Regimes – os regimes são como diminuição de algumas atividades que estão sendo realizadas na silvicultura. Como por exemplo, regimes de desbaste que consiste em uma diminuição das derrubadas das árvores levando em consideraçãoque sempre haverá um custo na execução dessa atividade.
Reflorestamento – o termo aplica-se apenas à implantação de florestas em áreas naturalmente florestais que, por ação antrópica ou natural, perderam suas características originais.
Os objetivos do ponto de vista silvícola são comerciais (produção de produtos madeireiros e não-madeireiros).
Tratos culturais – Os...
tracking img