Segunda fase modernista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2687 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Segunda fase Modernista no Brasil (1930-1945)

Autores Principais - Poesia


Carlos Drummond de Andrade


O senhor foi consagrado o maior nome da poesia contemporânea certo? E o que você escrevia em sua poesias ?


Mineiro, trabalha lecionando em Itabira e, em 45, trabalha na diretoria de um jornal comunista. Maior nome da poesia contemporânea, registrando a realidade cotidiana e osacontecimentos da época.


Que estilo de linguagem e forma com que eram utilizadas?

Ironia fina, lucidez, e calma, traduzidos numa linguagem flexível, rica, mas rica de dimensões humanas.
As suas poesias refletiam sobre o que?
Poesias refletem os problemas do mundo e do ser humano diante dos regimes totalitários, da 2a GM e da guerra fria.
O que o senhor procurava apresentar sobre elas?Poesia de Drummond apresenta uns momentos de esperança, mas prevalece a descrença diante do rumo dos acontecimentos.
Nega formas de fuga da realidade, volta-se para o momento presente.
| | | |
| ||


O senhor propõe a divisão temática de sua obra, numa seleção que faz para sua Antologia Poética: cite-nos essa seleção
1. o indivíduo
2. a terra natal
3. a família
4. os amigos
5. o choque social
6. o conhecimento amoroso
7. a própria poesia
8. exercícios lúdicos
9. uma visão, ou tentativa de, da existênciacite algumas de suas obras:
• Poesia:
o Alguma Poesia (1930)
o Brejo das Almas (1934)
o Sentimento do Mundo (1940)
o Poesias (1942)
o A Rosa do Povo (1945)
o Poesia até agora (1948)
o Claro Enigma (1951)
o Viola de Bolso (1952)
o Fazendeiro do Ar e Poesia até Agora (1953) entre outros
• Prosa:o Confissões de Minas (ensaios e crônicas, 1944)
o Contos de Aprendiz (1951)
o Passeios na Ilha (ensaios e crônicas, 1952)
o Fala, Amendoeira (1957)
o a Bolsa e a Vida (crônicas e poemas, 1962)
o Cadeira de Balanço (crônicas e poemas, 1970)
o O Poder Ultra jovem e mais 79 Textos em Prosa e Verso (1972) entre outros

Murilo Mendes(1902-1975)


Como e que tipo de linguagem era utilizadas em seus poemas

Mineiro, que caminha das sátiras e poemas-piada, ao estilo oswaldiano, para uma poesia religiosa, sem perder o contato com a realidade. Poeta modernista mais infuenciado pelo Surrealismo europeu.
Porque você utilizou guerra como tema de diversos poemas
. Seus textos caracterizam-se por novas formas de expressão, elivre associação de imagens e conceitos.
A partir de Tempo e Eternidade (1935), parte para a poesia mística e religiosa. Dilema entre poesia e Igreja, finito e infinito, material e espiritual, sem abandonar a dimensão social.
| | |
| ||


Cite nos algumas de suas obras
: Poemas (1930), História do Brasil (1932), Tempo e Eternidade (com Jorge de Lima, 1935), A Poesia em Pânico (1938), O Visionário (1941), As Metamorfoses (1944), O Discípulo de Emaús (prosa, 1944), Mundo Enigma, (1945), Poesia Liberdade (1947), Janela do Caos (1948),Contemplação de Ouro Preto (1954), Poesias (1959), Tempo Espanhol (1959), Poliedro (1962), Idade do Serrote (Memórias, 1968), Convergência (1972), Retratos Relâmpago (1973), Ipotesi (1977)




Jorge de Lima (1898-1953)

Alagoano ligado diretamente à política, estréia com a obra XVI Alexandrinos fortemente influenciado pelo Parnasianismo, o que lhe deu o título de Príncipe dos Poetas Alagoanos. Sua...
tracking img