Sedimentologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2588 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1

_____________________________________

ESTABILIDADE DAS CONSTRUÇÕES
_____________________________________
Apostila 2: Sistemas Estruturais: isostática

Prof. Engº Civil Ederaldo da Silva Azevedo

Macapá, Março de 2011
Estabilidade das Construções – Prof. Eng.º Civil Ederaldo Azevedo

2

1. CONCEITO GERAL DE ESTRUTURAS
1.1.

Estrutura

Uma estrutura pode ser definida comouma composição de uma ou
mais peças, ligadas entre si e ao meio exterior de modo a formar um
sistema em equilíbrio.
O equilíbrio pode ser estático ou dinâmico.
Uma estrutura é, portanto, um conjunto capaz de receber
solicitações
externas(cargas),
denominada
ativas,
absorvê-las
internamente, resisti-las e transmiti-las através de seus apoios ou vínculos,
até que cheguem ao solo.
Inúmerossão exemplos de estruturas: árvore, corpo humano,
cadeira entre outros.
Na Engenharia existem estruturas das mais diversas modalidades
profissionais como:
Engenharia Naval: Estrutura de Navios e embarcações em geral;
Engenharia Aeronáutica: Estruturas de aviões, helicópteros, ultra-leves etc;
Engenharia Mecânica: Estruturas de automóveis e máquinas em geral;
Engenharia Civil: Estruturas depontes, edificações, viadutos, passarelas,
barragens, rodovias, ferrovias entre outras.

Um edifício em construção sua estrutura é composta dos seguintes
elementos: estacas, tubulões, sapatas e blocos(fundações), pilares, vigas e
lajes(supra-estrutura).(fig.a)
Estes elementos podem ser feitos de materiais diversos, sendo os
mais utilizados: concreto armado, concreto protendido, aço emadeira.
Na figura abaixo pode-se constatar a transmissão interna das forças
do ponto de aplicação para os apoios e destes até as fundações através dos
diferentes sistemas estruturais.
Os sistemas estruturais são selecionados de acordo com aspectos
funcionais e arquitetônicos.
Os elementos estruturais, assim como toda e qualquer estrutura
devem apresentar as propriedades de RESISTÊNCIA e deRIGIDEZ, que em
resumo, deverão ser capazes de resistir cargas, dentro de certos limites,
sem se romperem e sem sofrer grandes deformações ou variações de suas
dimensões.
Estabilidade das Construções – Prof. Eng.º Civil Ederaldo Azevedo

3

LAJE
VIGA SUPERIOR

PILAR

VIGA(CINTAMENTO)
BLOCOS

ESTACAS

Os conceitos de RESISTÊNCIA e RIGIDEZ são importantes e devem ser
bemcompreendidos:
Resistência é a capacidade de transmitir as forças internamente,
molécula por molécula, dos pontos de aplicação aos apoios, sem que ocorra
a ruptura da peça.
Para analisar a capacidade resistente de uma estrutura é necessária a
determinação dos seguintes:
a) Dos esforços solicitantes internos – que é feito na Análise
Estrutural ou Estática das Construções.
b) Das tensões internas – queé feito através da Resistência dos
Materiais.
Rigidez é a capacidade de não deformar excessivamente, para o
carregamento previsto, o que comprometeria o funcionamento e o aspecto
da peça (desconforto).

Estabilidade das Construções – Prof. Eng.º Civil Ederaldo Azevedo

4

1.2.

Tipos de Elementos Estruturais
Alguns exemplos:

PÓRTICO

TRELIÇA

GRELHAS

Estabilidade dasConstruções – Prof. Eng.º Civil Ederaldo Azevedo

5

LAJES

CASCAS

PAREDES

Estabilidade das Construções – Prof. Eng.º Civil Ederaldo Azevedo

6

1.3.

Esforços ou Ações

Os esforços ou ações, na Engenharia Estrutural, se classificam
conforme indicado no quadro abaixo.
Diretos
(forças e
momentos)

EXTERNOS
Indiretos

SOLICITANTES
(analise estrutural)

ESFORÇOS
OU AÇÕESAtivos
Reativos
Temperatura,
recalque e
variação de
comprimento.

Forças: N, Qx
INTERNOS

e Qy;

Momentos:
T, My e Mz.

RESISTENTES
(resistência dos
materiais).

1.4.

Tensões normais σ e tangenciais τ (ou suas
resultantes)

Esforços Resistentes Internos (ERI) x Esforços Solicitantes Internos
(ESI)

ESFORÇOS RESISTENTES INTERNOS (ERI) – são os esforços prédispostos...
tracking img