Savater

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (458 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Metaética, ética normativa e ética aplicada.
A ética procura saber como temos o dever de viver. A ética divide-se em três subdisciplinas: metaética, ética normativa e ética aplicada.

Chama-semetaética à subdisciplina que estuda a natureza da própria ética. Estuda a origem e o significado dos conceitos éticos e procura saber, por exemplo, se a moralidade existe independentemente dos sereshumanos, bem como procura saber o que é que está na base dos julgamentos morais. Eis algumas questões da metaética: Serão os juízos éticos relativos à cultura? Haverá boas razões para obedecer aosprincípios éticos? Será que todas as razões para agir têm de ser razões de carácter egoísta? Ou poderá haver razões altruístas para agir?

À área da ética que de uma forma geral discute o problema de sabero que devemos fazer e o que é moralmente valioso dá-se o nome de ética normativa. A ética normativa é o estudo dos princípios e fundamentos da vida ética, isto é, procura esclarecer o que torna umaação moralmente correta ou valiosa. Eis dois exemplos de problemas estudados nesta subdisciplina: O que faz uma ação ser moralmente correta? Será que só conta a intenção, ou conta também asconsequências das nossas ações para saber se essas ações são corretas ou não?

A ética aplicada é o estudo dos problemas práticos da ética, ela enfrenta problemas morais concretos, muitos deles geradores deacesa controvérsia. Eis dois exemplos de problemas desta subdisciplina: Será incorreto fazer um aborto em qualquer circunstância? Será que temos o dever de ajudar os mais pobres?

Egoísmo ético eegoísmo psicológico
A moralidade requer que sejamos altruístas e espera-se que estejamos atentos às necessidades dos outros. Afinal, ser pessoa é ser um indivíduo aberto, recetivo, disponível para viversocialmente.
O egoísmo psicológico é uma teoria da motivação que afirma que todos os nossos desejos últimos se referem a nós mesmos. Sempre que queremos bem aos outros (ou mal), temos esses...
tracking img