Saude

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2824 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DESENVOLVIMENTO
Características gerais da doença
Definição de HIV/AIDS
As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) são tidas como um grave problema de saúde pública por afetarem muitas pessoas. Além disso, os sinais e sintomas são de difícil identificação e o acesso ao tratamento correto, também. Uma das principais preocupações relacionadas às DST é o fato de facilitarem a transmissão sexualdo HIV e, conseqüentemente, a AIDS.
A AIDS é uma doença que se manifesta após a infecção do organismo humano pelo HIV que, de acordo com a figura 1, ilustra de forma resumida suas estruturas. O HIV é o agente etiológico da AIDS, sendo transmitido por contato sexual, exposição ao sangue ou a produtos derivados do sangue, e por infecção pré-natal de um recém-nascido e esse depende de uma únicaenzima, a transcriptase reversa (RNA- dirigida DNA-polimerase) para se replicar dentro das células do hospedeiro.
O HIV compromete o funcionamento do sistema imunológico humano, impedindo-o de executar adequadamente sua função de proteger o organismo contra as agressões externas, tais como: bactérias, outros vírus, parasitas e células cancerígenas
Mesmo apresentando resultado positivo para ainfecção pelo HIV, um indivíduo pode não estar com a AIDS. A doença representa o estágio mais avançado da infecção pelo HIV, quando o sistema imunológico já se encontra bastante comprometido e surgem determinadas infecções, conhecidas como doenças oportunistas.
Os anticorpos contra HIV são quase sempre detectados em pacientes com AIDS e em indivíduos assintomáticos infectados por HIV e a infecção por HIVé sempre detectada em pacientes com AIDS e indivíduos soropositivos por cultura ou amplificação de RNA viral e/ou DNA pró viral .
A proteína imunogênica chave e o alvo antigênico para sorodetecção da infecção por HIV é a proteína viral transmembrana (TMP). Os anticorpos contra a TMP (anti-TMP) são os primeiros a aparecer quando indivíduos infectados por HIV se convertem em soropositivos. Aresposta anti-TMP permanece relativamente forte durante todo o curso da doença, conforme evidenciado pela presença quase universal de anticorpos contra a TMP nos estágios assintomático e sintomático de infecção por HIV.
Em 1983, o HIV-1 foi isolado de pacientes com AIDS pelos pesquisadores Luc Montaigner, na França, e Robert Gallo, nos EUA, recebendo os nomes de LAV (Vírus Associado à Linfadenopatia)e HTLV-I (Vírus T-Linfotrópico Humano tipo l) respectivamente nos dois países. Em 1986, foi identificado um segundo agente etiológico, também retrovírus, com características semelhantes ao HIV- 1, denominado HIV-2.
O vírus da imunodeficiência humana do tipo 2 (HIV-2) é similar ao HIV-1 na sua morfologia estrutural, organização genômica, tropismo celular, citopatogenia in vitro, vias detransmissão e na sua capacidade de provocar a AIDS. Todavia, o HIV- 2 é menos patogênico do que o HIV-1 e as infecções por HIV-2 têm um período de latência mais prolongado, com uma progressão mais lenta para doença, títulos virais mais baixos e taxas menores de transmissão vertical e horizontal
Anatomia do sistema imune
O vírus HIV prejudica diretamente o sistema imunológico infectando e destruindoalgumas células-chave desse sistema, especialmente as células T (figura 2), levando a uma severa imunodepressão e tornando a pessoa mais suscetível a doenças infecciosas. Ele também exerce efeitos indiretos que são causados pelas proteínas virais que suprimem o sistema imunológico e induzem determinadas reações autodestrutivas nesse sistema. Sendo assim, torna-se imprescindível conhecer a estrutura dosistema imune e seus aspectos.
A sobrevivência dos seres vivos depende da capacidade do sistema imune reconhecer uma enorme variedade de substâncias (antígenos) e de responder a esses elementos. Esse está estruturado de modo a reconhecer, responder e destruir uma ampla variedade de organismos invasores como bactérias, vírus, fungos e parasitas que de outra forma seriam capazes de causar...
tracking img