Saude pulblica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1248 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO
Estamos vivendo momentos muito difíceis com a saúde pública mundial, sobretudo em nosso país, embora saibamos que esse problema de saúde no Brasil existe há muito tempo atrás, desde a época da proclamação da república do Brasil. Época que foi marcada pela proliferação de agentes patogênicos e transmissores de doenças no território, gerada tanto pela importação de mão deobra escrava durante o império, quanto pela imigração de pessoas que pela necessidade saíram de suas terras para virem em busca de trabalho assalariado no país. Ainda existia um agravante além da transferência de patógenos, eram as precárias condições de qualidade de vida da população brasileira, que culminavam no aparecimento de doenças.
A constituição republicana da época liderada peloMarechal Deodoro da Fonseca que constituiu a instituição dos poderes: poder legislativo, responsável em legislar as leis, pode executivo, responsável em executar as leis e poder judiciário, responsável em fazer cumprir as leis. Esta mesma constituição denominou o Estado como responsável pelas ações de saúde e saneamento.
Hoje em dia quando se fala de saúde pública no Brasil, as pessoasficam logo preocupadas, pois sabem através dos jornais e noticiários que há falhas no funcionamento do Sistema Único de Saúde – SUS, que deveria atender todos os cidadãos da determinada região onde a unidade está localizada.
Existem no mundo dois modelos de oferta de saúde pública adotado pelos governos, a Universal que é aquela que deve atingir amplamente e irrestritamente a todos oscidadãos, independentemente da classe social com financiamento público e alcançando uma enorme gama de vertentes da saúde. A Segmentada atinge nichos distintos da sociedade como os mais pobres ou um determinado grupo profissional, neste caso o público e o privado se misturam na sociedade tanto na questão do financiamento quanto no atendimento.
Objetivamos mostrar através domonitoramento das doenças que há possibilidade de controle e que pode ser proporcionada geração de qualidade de vida aos cidadãos principalmente aos menos favorecidos pela sociedade.





2-DADOS DE IDENTIFICAÇÃO:

Este trabalho de pesquisa foi realizado na Unidade Básica de Saúde: Pronto Socorro Municipal de Icoaraci – Dr. Humberto Maradey Pereira, noperíodo de 08 a 12 de março de 2010.

Endereço: Rua Manoel Barata nº 900, Distrito de Icoaraci.
Cidade: Belém CEP: 66810-100 Estado: Pará
Temperatura Média: 28° Pluviosidade Média: 1000 e 1200 mm
Clima: Equatorial Am. (quente / úmido)
Número de Habitantes: 300 mil (IBGE)
Tipos de poluição na cidade: Sonora e Poluição doar referente movimento contínuo do trânsito. Poluição visual devido grande quantidade de cartazes de propaganda instalados nas laterais de lojas, casas, igrejas, bares etc. Poluição doméstica devido a falta de educação ambiental da população que descarta lixos e entulhos nas calçadas, nas proximidades de valas e esgotos.

TABELA I – Indicador semanal de atendimento na Unidade de Saúde
DADOSBRUTOS DE ATENDIMENTO DE DOENÇAS NA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE
TIPO DE DOENÇA 1º DIA 2º DIA 3º DIA 4º DIA 5º DIA TOTAL
Doença respiratória 01 01 01 01 01 05
Doença circulatória 04 08 00 00 00 12
Estresse e depressão 13 16 03 00 08 40
Insônia 02 01 00 00 03 06
Diarréia 04 02 00 00 02 08
Dengue 01 00 00 01 00 02
Febre 02 02 00 00 00 04
Leishmaniose 00 02 00 00 00 02
Hipertensão 13 03 06 00 2042
Hepatite 00 00 00 00 00 00
TOTAL GERAL 133






TABELA II – Percentual de Atendimento
DADOS PROCESSADOS DO Nº DE ATENDIMENTO NA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE
TIPO DE DOENÇA TOTAL PORCENTAGEM
Doença respiratória 05 3.75%
Doença circulatória 12 9.02%
Estresse e depressão 40 30.00%
Insônia 06 4.51%
Diarréia 08 6.01%
Dengue 02 1.50%
Febre 04 3.00%
Leishmaniose 02 1.50%...
tracking img