Saude ocupacional- apostila

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9799 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SAÚDE OCUPACIONAL


[pic]




Docente: Pierre Pimentel
80 Horas.


















































“(...) dançou e gargalhou como se ouvisse música
E tropeçou no céu como se fosse um bêbado
E flutuou no ar comose fosse um pássaro
E se acabou no chão como um pacote flácido
Agonizou no meio do passeio público
Morreu na contramão atrapalhando o tráfego
Morreu na contramão atrapalhando o sábado”.
“Chico Buarque”


INTRODUÇÃO 5
IMPLICAÇÕES PSÍQUICAS - DOENÇASOCUPACIONAIS: 7
OBJETIVOS DA SAÚDE OCUPACIONAL 8
DIRETRIZES DA SAÚDE OCUPACIONAL 9
DOENÇA DO TRABALHO 10
DOENÇA PROFISSIONAL 11
ACIDENTE DO TRABALHO 13
O QUE É COMUNICAÇÃO DE ACIDENTE DE TRABALHO – CAT ? 17
RECOMENDAÇÕES GERAIS 17
COMUNICAÇÃO DO ACIDENTE 18
COMUNICAÇÃO DE REABERTURA 21
COMUNICAÇÃO DE ÓBITO 21
NOVAS PESPECTIVAS PARA MUDANÇAS 21
INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS 21
REDIVISÃO SOCIAL E DETÉCNICAS DO TRABALHO 22
DOWNSIZING 23
INTENSIFICAÇÃO DO TRABALHO 24
MEIO AMBIENTE 25
INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE 27
TLV - THRESHOLD LIMIT VALUE LIMITE DE TOLERÂNCIA 30
LEGISLAÇÃO 30
TRABALHO SEGURO EM ESPAÇO CONFINADO. 41
HIGIENE INDÚSTRIAL 46
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCOS EM HIGIENE OCUPACIONAL 47
DESCRIÇÃO DOS CAMPOS 48
DROGAS NO TRABALHO 51
COMO AS DROGAS CIRCULAM NO CORPO: 52
USONOCIVO OU ABUSIVO 52
PRINCIPAIS TIPOS DE DROGAS 54
DEPENDÊNCIA FÍSICA 60
DEPENDÊNCIA PSICOLÓGICA 61
REQUISITOS BÁSICOS DA DEPENDÊNCIA 61
DADOS EPIDEMIOLÓGICOS 62
TRANSTORNOS PSIQUIÁTRICOS EM PACIENTES DEPENDENTES DE ÁLCOOL 62
TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE NA DEPENDÊNCIA DA COCAÍNA 63
ABSTINÊNCIA NARCÓTICA 63
PREVENÇÃO - CAMINHOS DISPONÍVEIS: 64
POR QUE USAR DROGAS DEVE CONSTITUIR UM CRIME 65ESTATISTICA 66






















































INTRODUÇÃO



É a promoção e preservação da integridade física do trabalhador, através da detecção dos fatores que interfiram na sua saúde, tais como os riscos inerentes ao seu ambiente laboral.
As doenças do trabalho, ou doençasocupacionais/profissionais, são aquelas decorrentes da exposição dos trabalhadores aos riscos ambientais, ergonômicos ou de acidentes. Elas se caracterizam quando se estabelece o nexo causal entre os danos observados na saúde do trabalhador e a exposição a determinados riscos ocupacionais. Dessa forma, se o risco está presente, uma conseqüência é a atuação sobre o organismo humano exposto, alterando sua qualidade devida. Essa alteração pode ocorrer de diversas formas, dependendo dos agentes atuantes, do tempo de exposição, das condições inerentes a cada indivíduo e de fatores do meio em que se vive.
A luta por segurança, higiene e saúde do trabalhador vêm sendo travadas em diversas frentes, destacando-se as contribuições valiosas da engenharia e segurança do trabalho, da medicina do trabalho, daergonomia, da psicologia e outras áreas do conhecimento humano. O avanço destas áreas da ciência permitiu um progresso extraordinário no campo normativo, onde se reconhece a importância do ambiente de trabalho saudável, o cumprimento de normas e leis de proteção ao trabalhador. Entretanto, não basta proteger e valorizar o trabalho, esquecendo-se daquele que executa o mesmo: o homem.
É notório queo sucesso de uma empresa/instituição, está intimamente ligado ao grau de preocupação dispensado ao bem-estar e à saúde de seu quadro de funcionários/trabalhadores/colaboradores. As vantagens oriundas desse atendimento especializado são imediatas e de um alcance social tão grande que seus reflexos no aumento da produção/produtividade, na diminuição do absenteísmo por problemas de saúde, sem...
tracking img