Saude em rio branco

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1489 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SAÚDE EM RIO BRANCO


A saude em rio branco






A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem a redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação (LOA)
Para analisarmos a situação da saúde em nosso município temos que levar emconsideração vários aspectos. Pois é no Município que o cidadão busca atendimento médico e hospitalar; vaga na creche, na escola pública; recebe a atenção de uma equipe do Programa de Saúde da Família e a ação do Agente Comunitário de Saúde.
Para uma boa saúde, é inegável a participação ativa e crítica da população, a consciência sanitária; tendo em vista a redução das desigualdades sociais, amelhoria da qualidade de vida e o maior acesso a saúde, campanhas e palestras de conscientização, prevenção de riscos e agravos são feitas, no intuito de atingir o maior número possível de pessoas. Dentre as várias temáticas focalizadas nas entrevistas à população de baixa renda estão: saúde do idoso, gravidez precoce, alimentação, higiene, alcoolismo, auto-medicação, DST´s, e poluição do meioambiente.
Em especial no estado do Acre, por sermos um estado novo comparado a maioria dos entes federados, todo o atendimento um pouco mais especializado se centraliza no na capital Rio Branco, por ser o mais populoso com 335.796 habitantes, segundo o censo 2010 onde a saúde praticamente está centralizada.
O pequeno número de municípios e a grande distância dos grandes centros urbanos do nossopaís desencadeia uma série de dificuldades de acesso a certos benefícios, o que faz com que o Estado acabe arcando com a saúde em todos os níveis.
Do total da arrecadação de todos os impostos, taxas e contribuições que os cidadãos pagam, o chamado “bolo tributário”, cerca de 60% dos recursos ficam com a União, 25% com os Estados e somente 15% com os Municípios. É importante assinalar que, também noâmbito da gestão do SUS, têm sido registrados importantes avanços e criadas condições estratégicas para consolidar a descentralização. Entre elas, destacam-se a definição das responsabilidades dos níveis de gestão do SUS e as parcerias estabelecidas cotidianamente entre os gestores federal, estaduais e municipais, além dos preceitos constitucionais e legais que garantem recursos financeirosregulares, em particular a Emenda Constitucional nº 29.
O fortalecimento da gestão descentralizada constitui estratégia fundamental para assegurar o acesso integral da população às medidas dirigidas como Gestão Municipal voltada para a promoção, proteção e recuperação da saúde. Tal fortalecimento depende, todavia, da participação decisiva dos secretários de saúde e dos prefeitos, o que de fato já vemocorrendo na grande maioria dos municípios e propiciando grandes avanços.
O art. 196 da Constituição diz que “a Saúde é um direito de todos e dever do Estado”. Assim fica definido que a responsabilidade pela sua Saúde é compartilhada entre a União, os Estados e os Municípios, inclusive o financiamento dos serviços de Saúde fica sob responsabilidade das três esferas de governo.
Para melhororganizar os serviços de Saúde, os Municípios, os Estados, o Distrito Federal e a União organizaram as ações e os serviços de saúde por níveis de complexidade, em uma rede regionalizada e hierarquizada.
Diante desta mudança, as responsabilidades ficaram assim divididas:
 União: Formular, organizar e coordenar as políticas, programas, estratégias e ações nacionais, como por exemplo: campanha devacinação, política da atenção básica de Saúde, coordenação do Saúde da Família. Também tem como competência a cooperação técnica e financeira aos Estados e Municípios.
 Estados: Promover a descentralização dos serviços de Saúde aos Municípios, coordenar, acompanhar e fiscalizar a implantação de políticas, programas, estratégias e ações de Saúde prioritárias para o Estado, bem como, cooperar...
tracking img