Saude ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1596 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO ANHANGUERA DE CAMPO GRANDE



CRISTIANE DE SOUZA PORTO
LEILIANE DA SILVA COTA
MARIA APARECIDA LANZONE DA SILVA
MARINALVA VIEIRA
MÔNICA ALVES DA SILVA
SANDRA APARECIDA XAVIER
THAIS DAYANE AVALOS MARTINS DA SILVA







SAÚDE AMBIENTAL






















CAMPO GRANDE
2013







CRISTIANE DE SOUZA PORTO RA-3227023787LEILIANE DA SILVA COTA RA-3206515879
MARIA APARECIDA LANZONE DA SILVA RA-3234539054
MARINALVA VIEIRA RA-3246559411
MÔNICA ALVES DA SILVA RA-3200489781
SANDRA APARECIDA XAVIER RA-3206505742
THAIS DAYANE AVALOS MARTINS DA SILVA RA-3219499066








SAÚDE AMBIENTAL


[pic]




CAMPO GRANDE
2013
DETERMINANTES DE AGRAVOS À SAÚDE PÚBLICA

A atividade humana, ao modificar o meioambiente, é consumidora dos estoques naturais, que em bases insustentáveis, tem como conseqüências a degradação dos sistemas físicos- biológicos e sociais. Conforme Forattini (2004, p.389) é possível empregar o enfoque da ecologia da doença, '' considerando o encadeamento desses determinantes, de natureza física, biológica e social, como propiciatório das condições necessárias para a ocorrênciada doença e do baixo nível de qualidade de vida". 

OS DETERMINANTES FÍSICOS-QUÍMICOS

Representam fenômenos naturais, um exemplo o aceleramento do efeito estufa. Também, em função do despejo de gases no meio atmosférico, a diminuição da camada de ozônio, que funciona como um filtro dos raios solares ultravioletas, e as conseqüências danosas de sua redução é o aumento dos problemas decâncer de pele e danos à flora.
A água, como recurso hídrico, só mais recentemente vem sendo tratada, ainda de que maneira tímida, como recurso finito e vulnerável, e que pode representar obstáculo ao desenvolvimento das cidades e à qualidade de vida.
Os níveis de poluição atmosférica têm se apresentado críticos em diversas partes do mundo, principalmente em áreas urbanas. As doençasrespiratórias têm impacto na economia e no processo de desenvolvimento, pois causam absentismo nas escolas e no trabalho, sobrecarregam os serviços de saúde, entre outros fatores. Os determinantes biológicos incluem os fatores genéticos e os fatores exógenos como os acidentes com mortalidade de rato e as infecções provocadas por microorganismos.
As modificações ambientais, como a disposiçãoinadequada de resíduos sólidos e o lançamento de efluentes sem tratamento adequado nos cursos d'água, podem criar ambientes propícios à existência de vetores de interesse para a saúde pública, como roedora e artrópode.A extinção de espécies da biota dos ecossistemas brasileiros, em função das queimadas, desmatamento, fragmentação de ecossistemas, compromete o equilíbrio ecológico desses espaços edestrói o patrimônio público, aumentando a necessidade do uso de biocidas para controle de pragas urbanas e agrícolas.
Os determinantes sociais, que incluem fatores psicossociais, hábitos, estilo de vida e aspectos organizacionais, vem ganhando mais espaço nos projetos de desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida, embora uma cultura de pensamento cartesiano tenha relegado esses fatoresem segundo plano.
A exclusão social é representada pela ausência de políticas de qualidade de vida e de saúde pública, que assegurem, de maneira justa, direito e oportunidades aos cidadãos, independentemente de condições econômicas de origem, raça, idade e outros. Contribui para a expulsão de parte para população para aéreas deficientes em infraestrutura de saneamento, moradia e saúde,expondo esse fragmento a condições ambientais críticas.

SAÚDE PÚBLICA

A saúde deve ser vista como recurso para a vida, e não como objetivo de viver, nesse sentido, a saúde é um conceito positivo, que enfatiza os recursos sociais e pessoais, bem como as capacidades físicas. Assim, a promoção da saúde não é responsável exclusiva do setor de saúde, e vai além de um estilo de vida...
tracking img