Sartre resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1402 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SARTRE: sobre o artigo
"O EXISTENCIALISMO É UM HUMANISMO"
 
         Sartre afirma que o existencialismo é um humanismo, pois segundo ele, é a única doutrina que deixa uma possibilidade de escolha ao homem. Ele inicia sua argumentação explicando que existem duas espécies de existencialistas: os cristãos e os ateus, que teriam em comum o fato de admitirem que a existência precede a essência ou,em outras palavras, que temos de partir da subjetividade.
         A visão tradicional da concepção do homem era imaginando Deus como um artífice superior que, antes de criar o ser humano, já tinha em mente o conceito do Homem, como pode ser visto na filosofia de Descartes e Leibniz.  No século XVIII, para o ateísmo dos filósofos, suprimia-se a noção de Deus, mas não a idéia de que a essênciaprecede a existência.  Tal idéia pode ser encontrada em Diderot, em Voltaire e até mesmo em Kant.  Para eles, o homem possui uma natureza humana, que é o conceito humano, existente em todos os homens, significando que cada homem é um exemplo particular de um conceito universal.
         Segundo Sartre o existencialismo ateu é mais coerente. Ele declara que Deus não existe e que a existência precedea essência.  Logo os seres existem antes de poderem ser definidos por qualquer conceito.  Significa que o homem primeiramente existe, se descobre, surge no mundo; e que só depois se define.  Assim, não há natureza humana visto que não há Deus para a conceber.  Sendo assim, o homem não é mais do que o que ele faz, porque o homem, antes de mais nada, é o que se lança para um futuro, e o que éconsciente de se projetar no futuro.  O homem é antes de mais nada um projeto que se vive subjetivamente; nada existe anteriormente a este projeto; nada há no céu inteligível, o homem será antes de mais o que tiver projetado ser. Assim o primeiro esforço do existencialismo, segundo Sartre, é o de pôr todo homem no domínio do que ele é e de lhe atribuir a total responsabilidade da sua existência.         Para o existencialista, o homem é pura angústia. Mas na decisão de escolha do homem é onde se situa fundamentalmente essa angústia, e não em face da morte, como na filosofia de Heidegger.  O homem não pode escapar dessa escolha pois se vê nesse compromisso (se o homem nada escolhe, sua escolha é não escolher).
         Outra afirmação do existencialismo é a de que o homem está desamparado;desamparado de um Deus universal.  Para o existencialista, é muito incomodativo que Deus não exista, porque desaparece com ele toda a possibilidade de achar valores num céu inteligível; não pode existir já o bem a priori, visto não haver já uma consciência infinita e perfeita para pensá-lo.  Devido a falta de valores, tudo é permitido ao homem se Deus não existe.  Estamos sós e sem desculpas, mas tambémnão há determinismo, e portanto, o homem é livre.
         Não há moral geral pois não há sinais no mundo.  O próprio homem é quem escolhe o significado do que ele pensa serem sinais. Sobre ele pesa, portanto, a inteira responsabilidade da decifração (desses "sinais").  O desamparo implica sermos nós a escolher o nosso ser, sendo paralelo à angústia.  E o desespero humano vem do fato do homem nãose limitar apenas a contar com o que depende da sua vontade, ou com o conjunto das probabilidades que tornam a sua ação possível.  A partir do momento em que as possibilidades que considero não são rigorosamente determinadas pela minha ação, devo desinteressar-me, porque nenhum Deus, nenhum desígnio pode adaptar o mundo e os seus possíveis à minha vontade.
         Isso não quer dizer que o homemdeva calar-se numa atitude de quietismo, mas que ele não deve ter ilusões.  Segundo Sartre, o existencialismo não é uma filosofia do quietismo, visto que define o homem pela ação pois, como o homem não é senão o seu projeto, ele só existe na medida em que se realiza ou age.
         Para ele, o existencialismo é uma doutrina de dureza otimista e não de pessimismo, visto que o destino do...
tracking img