Sangramento vaginal segunda metade da gravidez

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4961 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

As hemorragias na segunda metade da gestação constituem-se em frequentes diagnósticos em obstetrícia. São uma das principais causas de internação de gestantes no período anteparto, com importante aumento da morbimortalidade materna e peri-natal, assim como de partos operatórios. A morbimortalidade perinatal está relacionada principalmente aos altos índices de prematuridade. Váriassão as possíveis causas de sangramento. Entre as causas obstétricas, as mais importantes são o descolamento prematuro de placenta e a placenta prévia, que correspondem a até 50% dos diagnósticos. Não podem ser esquecidas a rotura uterina e a rotura da vasa prévia, que também são importantes causas obstétricas. Entre as causas não obstétricas, pode ocorrer o sangramento proveniente do colo do úterodurante a dilatação no trabalho de parto, cervicites, pólipo endocervical, ectrópio, câncer de colo de útero e trauma vaginal. Os prognósticos materno e fetal vão depender do diagnóstico correto da causado sangramento e conduta adequada com base nesse diagnóstico.

Placenta prévia | PRINCIPAIS CAUSAS DE HEMORRAGIAS COM RISCO DE VIDA. |
Descolamento prematuro da placenta | |
Rotura uterina| |
Rotura da vasa prévia | |
Sangramento do colo no trabalho de parto | |
Cervicites | |
Pólipo endocervical | |
Ectrópio | |
Câncer do colo uterino | |
Trauma vaginal | |

DESCOLAMENTO PREMATURO DA PLACENTA

I - DEFINIÇÃO

O Descolamento Prematuro da Placenta (DPP) é a separação da placenta, normalmente inserida no corpo uterino, em gestações com idade superior a 20semanas e antes da expulsão fetal, que implica em sangramento uterino e reduz o aporte de oxigênio e nutrientes ao feto.

II – CLASSIFICAÇÃO

A DPP classifica-se em:

GRAU I (Leve) – é assintomático. O diagnostico é confirmado pelo exame histopatológico da placenta que revela o hematoma.

GRAU II (Intermediário) – O diagnostico baseia-se nos sinais clássicos de DPP, com hipertonia uterina esofrimento fetal. Nesse estagio o feto ainda está vivo.

GRAU III (grave) – Caracteriza-se pelo óbito fetal. Pode ser dividido em:
IIIA – sem coagulopatia.
IIIB – com coagulopatia.



III – EPIDEMIOLOGIA

A DPP ocorre em 0,4% a 3,5% das gestações. Sua gravidade esta relacionada nas repercussões ao feto e ao organismo materno. O DPP que envolve mais de 50% da placenta normalmentedetermina o óbito fetal. O risco materno correlaciona-se com a coagulação intravascular disseminada (CID), hemorragia, choque, histerectomia e menos usualmente a morte.

IV – FATORES DE RISCO

A etiologia do DPP esta longe de ser inteiramente desvendada. A causa primária é desconhecida, e vários distúrbios podem estar associados a gênese do DPP.
O fator mais importante relacionado á DPP é aHipertensão arterial. A denominação, por alguns autores, do DPP como forma hemorrágica da pré-eclampsia ilustra a importância dessa associação.
Os fatores mecânicos ou traumáticos internos (determinação do projeto de diretrizes da associação medica brasileira e do conselho federal de medicina) embora raramente associados ao DPP (2% dos casos) são os únicos que podem ser determinantes do acidente.CAUSAS MECANICAS OU TRAUMATICAS INTERNAS

Brevidade do cordão: diminuição do comprimento do cordão umbilical. Pode ser resultante de circulares do cordão (brevidade relativa ou aparente) ou não (brevidade absoluta ou real). Pode ocorrer por tração direta do cordão, quando da descida da apresentação fetal durante o trabalho de parto.
Versão fetal externa: procedimento obstétrico que tem comoobjetivo alterar artificialmente a apresentação fetal. Procedimento raramente indicado, mas quando praticado por não habilitados pode provocar DPP, sobretudo nos casos em que o cordão umbilical é curto.
Retração uterina intensa: após esvaziamento intempestivo na polidramnia ou expulsão do primeiro feto em gestação múltipla (após o nascimento do primeiro gemelar, tração indevida do cordão pode...
tracking img