Saneamento basico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2525 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO DE ESGOTO DOMÉSTICO NO SANEAMENTO BÁSICO

Ana Cristina Zoratto1

Resumo: De modo geral é considerado saneamento básico os sistemas de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgotamento sanitário e de resíduos sólidos. A grande deficiência de saneamento básico em várias regiões brasileiras, em especial de esgoto sanitário, impõe grande número de pessoas ariscos inaceitáveis de exposição. Os esgotos sanitários são as principais fontes de contaminação dos corpos d´água e do solo, o volume lançado constitui expressiva carga de organismos patogênicos que são transmitidos ao homem através de ingestão direta de água não tratada, ingestão de alimentos contaminados ou pela infecção resultante do contato da pele com água ou solos contaminados. Palavras-chave:saneamento básico, esgoto sanitário, tratamento de esgoto.

1 INTRODUÇÃO

1

Mestranda em Ciências da Engenharia Ambiental – EESC – USP.

1

O aumento desordenado da população e o desenvolvimento de grandes núcleos urbanos sem planejamento, dificultam as ações de manejo de resíduos. A necessidade de disposição e tratamento é reconhecida, mas, por falta de recursos, essas ações costumamser postergadas, provocando problemas de saúde nas populações e degradação no meio ambiente. Aproximadamente metade do Brasil não tem coleta de esgoto, de acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, 2000), apresentada no Plano Nacional de Recursos Hídricos, 52% dos municípios não coletam nem tratam os esgotos. Essa precariedade nos serviços de abastecimento deágua e, principalmente, a falta de coleta e tratamento de esgoto, afligem uma enorme parcela da população, representando um importante fator de exclusão social. Aproximadamente, 50 brasileiros morrem por dia devido a doenças decorrentes da falta de saneamento básico devido a doenças hidrotransmissíveis, responsável pelos altos índices de mortalidade infantil. O principal desafio desses municípiosconsiste em viabilizar a implantação de sistemas de tratamento de esgotos e assegurar o pleno abastecimento de água às suas populações (MPO/SEPURB/IPEA, 1995).

2 ESGOTO DOMÉSTICO

Os esgotos oriundos de uma cidade e que contribuem à estação de tratamento de esgotos (ETE) são basicamente originados de três fontes distintas: esgoto doméstico (incluindo residências, instituições e comércio), águasde infiltração e despejos industriais. Os esgotos domésticos contêm aproximadamente 99,99% de água e 0,1% de sólidos, sendo essa última fração composta de sólidos orgânicos como proteínas, carboidratos e lipídeos; sólidos inorgânicos como amônia, nitrato, ortofosfatos; microrganismos com bactérias, fungos, protozoários, vírus e helmintos etc. (VON SPERLING, 1996).
2

2.1 SAÚDE PUBLICA

Oconjunto de transformações produzidas pelo desenvolvimento da humanidade, principalmente no século XX, melhorou as condições de saúde em geral. Em todo o planeta, houve aumento da expectativa de vida para 65 anos, em média, e as taxas de mortalidade de crianças com idade inferior a cinco anos diminuíram (PHILIPPIS Jr. e MALHEIROS, 2005). Essas mudanças nos padrões de consumo, principalmente nasegunda metade do século XX aumentaram a demanda por recursos naturais, como no caso da água, cujo consumo no período de 1900 a 1995 aumentou seis vezes (WRI, 2000). A geração de resíduos sólidos e líquidos também seguiu a mesma tendência, além do aumento com o desenvolvimento tecnológico, também foram se alterando as características físicoquímicas desses resíduos, representando aumento do potencial depoluição e contaminação de recursos naturais (PHILIPPIS Jr. e MALHEIROS, op. cit). A contaminação das águas naturais representa um dos principais riscos à saúde pública, sendo amplamente conhecida à estreita relação entre a qualidade de água e inúmeras enfermidades que acometem as populações, especialmente aquelas não atendidas por serviços de saneamento (LIBÂNIO et. al., 2005). No atual...
tracking img