Saneamento ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4677 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. SANEAMENTO AMBIENTAL - O MEIO AMBIENTE E A SUA IMPORTÂNCIA NA PREVENÇÃO DAS DOENÇAS



Saneamento é o controle de todos os fatores do meio físico do homem, que exercem ou podem exercer efeitos nocivos sobre o bem estar físico, mental e social. De outra forma, pode-se dizer que saneamento caracteriza o conjunto de ações socioeconômicas que tem por objetivo alcançar salubridadeambiental.
Entende-se ainda, como salubridade ambiental o estado de higidez (estado de saúde normal) em que vive a população urbana e rural, tanto no que se refere a sua capacidade de inibir, prevenir ou impedir a ocorrência de endemias ou epidemias veiculadas pelo meio ambiente, como no tocante ao seu potencial de promover o aperfeiçoamento de condições mesológicas (que diz respeito ao clima e/ouambiente) favoráveis ao pleno gozo de saúde e bem-estar.
Ainda segundo estes autores, a oferta do saneamento associa sistemas constituídos por uma infraestrutura física e uma estrutura educacional, legal e institucional, que abrange os seguintes serviços:
• abastecimento de água às populações, com a qualidade compatível com a proteção de sua saúde e em quantidade suficiente para agarantia de condições básicas de conforto;
• coleta, tratamento e disposição ambientalmente adequada e sanitariamente segura de águas residuárias (esgotos sanitários, resíduos líquidos industriais e agrícolas);
• acondicionamento, coleta, transporte e destino final dos resíduos sólidos (incluindo os rejeitos provenientes das atividades doméstica, comercial e de serviços, industrial epública);
• coleta de águas pluviais e controle de empoçamentos e inundações;
• controle de vetores de doenças transmissíveis (insetos, roedores, moluscos, etc.);
• saneamento dos alimentos;
• saneamento dos meios de transportes;
• saneamento e planejamento territorial;
• saneamento da habitação, dos locais de trabalho, de educação, de recreação e doshospitais;
• controle da poluição ambiental – água, ar, solo, acústica e visual.

O conceito de Promoção de Saúde proposto pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde a Conferência de Ottawa, em 1986, é visto como o princípio orientador das ações de saúde em todo o mundo. Assim sendo, parte-se do pressuposto de que um dos mais importantes fatores determinantes da saúde são as condiçõesambientais.
No Brasil, o conceito de saúde, entendido como um estado de completo bem-estar físico, mental e social, não restringe-se ao problema sanitário ou a prevalência de doenças. Hoje, além das ações de prevenção e assistência, considera-se cada vez mais importante atuar sobre os fatores determinantes da saúde. É este o propósito da promoção da saúde, que constitui o elemento principal daspropostas da OMS e da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS).


A utilização do saneamento como instrumento de promoção da saúde pressupõe a superação dos entraves tecnológicos, políticos e gerenciais que têm dificultado a extensão dos benefícios aos residentes em áreas rurais, municípios e localidades de pequeno porte.
A maioria dos problemas sanitários que afetam a populaçãomundial estão intrinsecamente relacionados com o meio ambiente. Um exemplo disso é a diarréia que, com mais de quatro bilhões de casos por ano, é uma das doenças que mais aflige a humanidade, já que causa 30% das mortes de crianças com menos de um ano de idade. Entre as causas dessa doença destacam-se as condições inadequadas de saneamento.
Mais de um bilhão de habitantes na Terra não têmacesso à habitação segura e a serviços básicos, embora todo ser humano tenha direito a uma vida saudável e produtiva, em harmonia com a natureza. No Brasil, as doenças resultantes da falta ou de um inadequado sistema de saneamento, especialmente em áreas pobres, têm agravado o quadro epidemiológico.
Estudos estimam que o ambiente doméstico inadequado é responsável por quase 30% da ocorrência...
tracking img