Sadc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6399 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic] SADEC - O FUTURO DA AFRICA AUSTRAL

Trabalho de Economia Africana -Turma E3N

Realizado por:

Nuno Ricardo Pereira

Índice

Secção A

Secção A

Economia Africana – INTRODUÇÃO E INTEGRAÇÃO REGIONAL

A.1 Introdução a abordagem da necessidade da Integração Reginal 006

A.2 Integração Reginal e seus benefícios 008

A.3 As dificuldades naconcretição da Integração e as diversas comunidades económicas Africanas 008

Secção B

Económia Africana – ORGANIZAÇÃO SADCC

B.1 O surgimento da SADCC na conjuntura Politíca da época 010

B.2 Definição de Programas para Consolidação dos objectivos da Organização

B.3 Protocolo de Lusaka e principais metas desta Organização 011

B.4 Osobjectivos estratégicos e as responsabilidades de cada país 012

Secção C

Económia Africana – NOVO MODELO DE INTEGRAÇÃO – “ SADC ”

C.1 O novo modelo de Integração – “ SADC “ 016

C.2 A nova óptica de integração e as principais estratégias de cooperação.

C.3 Os indicadores da SADC e as novas exigências 017

C.4 Estrutura e procedimentos de tomada dedecisão da SADC 018

C.5 Perspectivas para o futuro da região 022

C.6 O objectivo da Moeda Unica 023

C.7 Conclusões 025

Introdução.

“O debate sobre esta Integração, coloca a África em geral e a África Austral em particular perante a questão: “Como agir, atendendo a emergência de blocos regionais e aumento da globalização, para reduzir a marginalização egarantir a sobrevivência ?
Associada a esta questão encontramos muitas outras, e sobre as quais não precisamos ponderar. Será a integração regional a melhor saída ? Permitirá ela um novo modo de estar no mundo? Poderá garantir a maior segurança interna aos paises membros? Ou deverá a África virar para outra direcção e encontrar um novo caminho?”

A África é um continente imenso com aproximadamente30,27 milhões de quilômetros quadrados de terras. Estas se localizam parte no hemisfério norte e parte no sul. Ao norte é banhado pelo mar Mediterrâneo; ao leste pelas águas do Oceano Índico e a oeste pelo Oceano Atlântico.
O Sul do continente africano é banhado pelo encontro das águas destes dois oceanos.

E o segundo continente mais populoso do mundo (ficando atrás somente da Ásia). Possui,aproximadamente, 800 milhões de habitantes.
E basicamente um continente agrário, pois cerca de 63% da sua população habitam o meio rural, enquanto somente 37 % moram em cidades na sua maioria devastadas por guerras e desemprego provocado pelo exódo rural.

No geral, é um continente pobre e subdesenvolvido, que apresenta os mais baixos índices de desenvolvimento econômico.
A renda per capita de,aproximadamente, US$ 800,00. O PIB (Produto Interno Bruto) corresponde a apenas 1% do PIB mundial.

Para além da agricultura, destaca-se a exploração de recursos minerais como o ouro e diamante. Esta exploração gera pouca renda para os países, pois é feita por empresas multinacionais estrangeiras, principalmente da Europa.

O continente apresenta uma grande diversidade étnica, cultural epolítica e são bastante visíveis as condições de pobreza. Dos trinta países mais pobres do mundo, com maiores indices de subnutrição, analfabetismo e baixa esperamça média de vida, pelo menos 21 são africanos.
Apesar disso existem alguns poucos países com um padrão de vida razoável, ainda assim não existe nenhum país realmente desenvolvido na África.

O subdesenvolvimento, os conflitos entre povos eas enormes desigualdades sociais internas, são o resultado das grandes modificações introduzidas pelos colonizadores europeus.

Atualmente os países africanos mais desenvolvidos são Líbia, Maurícia e Seicheles, com qualidades de vida superiores a de muitos países da Europa.

Ainda há outros países africanos com qualidades de vida e indíces de desenvolvimento razoáveis, podendo destacar a...
tracking img