Sabinada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (905 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
● Introdução

Ao longo da primeira metade do século XIX, a província da Bahia foi assolada por agitações provocadas por diversos setores sociais. Entre elas, a Sabinada, originada em 1837 na cidadede Salvador e que representou um movimento separatista precedido por largas agitações políticas.
O movimento tomou toda a Capital, com o apoio de parte das tropas governamentais, mas não conseguiu oapoio do interior, devido à resistência das forças legalistas locais e terminou no ano seguinte.
Participaram da revolta inúmeros setores da sociedade, principalmente a classe média - jornalistas,comerciantes e professores - unidos em torno de um ideal republicano. Suas motivações refletiram a tendência geral das províncias brasileiras durante o período da Regência: negar a autoridadeinstituída e os presidentes escolhidos para o governo provincial.

● Contexto Histórico e Causas

Antes de falarmos sobre a Sabinada, é importante que apresentemos o contexto histórico em que essa revoltaocorreu. No Rio Grande do Sul, a Revolução Farroupilha atingia a sua fase áurea e no Pará ainda resistiam núcleos Cabanos. Estas duas se constituíram nas mais duradouras revoltas do período regencial eos maiores desafios à pacificação e com possibilidades de envolvimento externo.
Na Corte, o Parlamento e Regência se enfrentavam. Nos meios intelectuais do Brasil apareciam várias doutrinas malassimiladas, cujos defensores teoricamente se extremavam em defendê-las e colocá-las em prática, sem levar em conta a viabilidade prática das mesmas, num país gigante que ensaiava seus primeiros passosdepois da independência.
O clima político na capital baiana ficou pior quando o Padre Feijó renunciou ao governo. Tudo isso desagradou a classe média, representantes das oligarquias rurais e o setormilitar. Eles então criaram uma república temporária, que iria governar a Bahia até que D. Pedro II alcançasse a maioridade (15 anos).
O líder dessa revolta foi o médico Francisco Sabino da Rocha...
tracking img