Saber de experiencia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (583 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RESENHA: BONDÍA, Jorge Larrosa. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. (2202). Notas sobre experiência e o saber da experiência. Revista brasileira de educação, n. 19, p. 20-28.O autor inicia seu texto apresentando um pensar sobre a educação que se baseia na relação entre a ciência e a técnica ou entre a teoria e a prática, e propõe em seu trabalho o pensar a educação apartir do par experiência/sentido.
Num primeiro momento, o autor sugere significados para essas duas palavras. Em seguida, ele afirma que muitas coisas têm se passado, no entanto, cada vez mais aexperiência se torna mais rara.
Primeiro, devido ao excesso de informação, que não permite o vivenciar da experiência. De acordo com BONDIA (2002), é necessário separar informação de experiência, pois ainformação nos permite apenas saber coisas tornando impossível o saber de experiência.
Segundo, torna-se cada vez mais rara pelo excesso de opinião. Somos informados e, portanto, devemos ter umaopinião formada sobre tudo, caso contrário, nos faltaria algo. Essa obsessão pela opinião, afirma o autor, anula nossas possibilidades de experiências, já que faz com que nada aconteça. O autoracrescenta, concordando com Benjamim, que o periodismo, ou jornalismo, “é o grande dispositivo moderno para a destruição generalizada da experiência” por se tratar de uma aliança entre informação e opinião.Opinar ainda, é colocar-se a favor ou contra algo, afastando cada vez mais os sujeitos da oportunidade da experiência, já que devem ter opinião e se posicionar, antes mesmo de saber pela experiência.Usam a informação para fundamentar nossas posições.
Terceiro, a experiência é cada vez mais rara por falta de tempo. Tudo é urgente, somos imediatistas. Não nos permitimos à experiência pois estamoshabituados a novos estímulos constantes,que nos mantêm excitados e ativos. Não nos permitimos a passividade, ao silêncio e a contemplação.
Quarto, o excesso de trabalho também torna a experiência...
tracking img