Sabedoria e filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1819 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DISCIPLINA: TEMAS E TEORIAS DA FILOSOFIA
AVALIAÇÃO FORMATIVA


EDUCAÇÃO E SABEDORIA: PILARES PARA VIDA


INTRODUÇÃO

O presente trabalho visa atender a disciplina de Temas e Teorias de Filosofia, com reflexões referentes à educação dar prioridade à sabedoria, de tal forma que a informação e o conhecimento estejam contempladas, mas não sendo a tônicaprincipal da ação educativa da escola.
O mesmo foi elaborado após consultas ao primeiro capítulo do caderno de estudos da disciplina e de pesquisas ao conceito de sabedoria na concepção de filósofos da antiguidade, com ênfase ao pensamento de René Descartes no texto Os quatro pilares da educação ao tratar da árvore do conhecimento, onde afirma que a educação ao longo de toda a vidabaseia-se em quatro pilares: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a viver juntos e aprender a ser. Evidenciamos como a filosofia pode contribuir para o homem exercitar sua cidadania, sendo na escola dever do docente estimular nos alunos reflexões e a exposição de opiniões diversificadas sobre assuntos cotidianos.


DESENVOLVIMENTO


A palavra Filosofia no sentido originalutilizado por Platão diz que “ninguém é sábio senão Deus”, mas o homem pode procurar amorosamente essa sabedoria e alcançar a verdade, portanto, ser philosophos. A sabedoria é o objetivo da filosofia (do grego. philos, desejoso de, e sophia, sabedoria), é um termo fundamental na linguagem filosófica.
Ao sábio cabe associar o conhecimento teórico à realização de um ideal prático que sedistingue do erudito na medida em que vive sua doutrina e em que sua vida constitui em si mesma uma realização e um testemunho da verdade.
Designa uma forma superior de conhecimento caracterizado por supremo ser vital, influindo na vida de quem a possui, ser supremo, o conhecimento do absoluto, de Deus - ser ordenador, colocando ordem em todo o saber e atividade. É a perfeição doconhecimento que consiste em conhecer a verdade divina e as demais verdades.
Originariamente, sophia teve um sentido técnico ou prático, pois significava a habilidade para realizar uma determinada atividade. Poder-se-ia falar da sabedoria ou "arte" de qualquer fabricante. Mais tarde, foi adquirindo um sentido acentuadamente teórico, especulativo e passou a significar conhecimento. Desde aantiga Grécia, o termo sophia comportava esses dois aspetos: conhecimento e ação, saber e virtude. Era um conhecimento que se traduzia por uma forma de conduta.
Na tradição clássica ocidental, a sabedoria identificava-se com a própria Filosofia. Consiste em dizer coisas verdadeiras e em agir segundo a natureza, escutando a sua voz.Com Santo Agostinho, a sophia tinha uma concepção afetiva ereligiosa, onde só se conhece verdadeiramente um bem amando-o.
O aristotelismo de São Tomás de Aquino não abandonou totalmente este conceito, mas reafirmou o carácter especulativo-comtenplativo da sabedoria. Distinguiu três sabedorias: a sabedoria filosófica, que era uma sabedoria adquirida; a sabedoria teológica, também adquirida; e a sabedoria enquanto dom.
ParaDescartes[1], a sabedoria é o conhecimento de todas as coisas. Este filósofo fala da “árvore da sabedoria”, na qual buscaremos desenvolver nosso texto dissertativo sobre a “educação dar prioridade à sabedoria”.


Podemos perceber certa semelhança de sobre a educação dar prioridade à sabedoria, de tal forma que a informação e o
conhecimento estejam contempladas,mas não sendo a tônica principal da ação educativa da escola. ao falar da “arvore da sabedoria” e a educação praticada em nossas escolas e a partir disso, tentar pensar uma prática letiva capaz de abranger ao máximo os âmbitos apresentados no texto Os quatro pilares da educação[2] e no esquema proposto por Descartes.
Do texto Os quatro pilares da educação extraímos a afirmação...
tracking img