Sísmica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1526 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

A descoberta de uma jazida de petróleo em uma nova área é uma tarefa que envolve um longo e dispendioso estudo e analise de dados geológicos e geofísicos das bacias sedimentares. Somente após exaustivo prognostico do comportamento das diversas camadas do subsolo, os geólogos e geofísicos decidem propor a perfuração de um poço, que é a etapa que mais investimentos exige em todo oprocesso de prospecção. Um programa de prospecção visa fundamentalmente a dois objetivos: (a) Localizar dentro de uma bacia sedimentar as situações geológicas que tenham condição para a acumulação de petróleo; (b) verificar qual, dentre essas situações, possui maior chance de conter petróleo. Através de métodos geólogos e geofísicos, que, atuando em conjunto, conseguem indicar o local mais propíciopara a perfuração.

1 - SÍSMICA 3D

A partir dos anos de 1970, avanços na capacidade de armazenamento e processamento de dados sísmicos permitiram o desenvolvimento da sísmica 3-D. Arranjos de geo/hidrofones que recebem a resposta de refletores em uma faixa com largura determinada, e não apenas de uma seção bidimensional. Essa técnica permite a interpretação de corpos tridimensionais derochas, e possibilita a representação de seções em qualquer direção desejada, incluindo cortes horizontais (mapas sísmicos), além de mapas de contorno de superfícies específicas, ou seja, a sísmica 3-D consiste em executar o levantamento dos dados sísmicos em linhas paralelas afastadas entre si de distância igual à distância entre os canais receptores. O roteiro de processamento de dados é basicamenteo mesmo da sísmica 2-D, entretanto, o algoritmo de migração possui a flexibilidade de migrar eventos para a terceira dimensão. Exemplos:

Figura 01 - Exemplo de seção sísmica 2-D.
Disponível em:< http://146.614.33.61eei761/3_exploracao.ppt> slide.




Figura 02 - Modelo 3D completo com todas as zonas
e a classificado por cores diferenciadas as formas decorpos geométricos que contém cada célula. Disponível em: <http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/rbg/article/download/13007/8793>(pag. 132).

Figura 03 - Exemplo de seção sísmica 3D.

Disponível em:< http://146.614.33.61eei761/3_exploracao.ppt> slide.

2 - SÍSMICA 4D

A sísmica 4-D nada mais é do que a repetição de um levantamento 3-D, em intervalos grandes de tempo,mantendo-se as mesmas condições de aquisição de processamento. Nestas condições, os levantamentos repetidos apresentarão os mesmos resultados. Entretanto, se no intervalo entre um levantamento e outro houve alteração nas características petrofísicas dos reservatórios – devido à extração de fluidos, ou análise destas diferenças poderá fornecer informações importantes para o desenvolvimento da produção. Ointervalo de tempo entre um levantamento o outro é, geralmente, de 6 a 12 meses. A extração continuada de petróleo produz uma queda de pressão nos fluidos de reservatório, que a engenharia de produção tenta compensar através da injeção de água/vapor ou de gás (gás natural, CO2). O monitoramento da movimentação desses fluidos dentro do reservatório é de grande importância para a otimização daprodução, e neste contexto situa-se a aplicação da sísmica 4-D.

PARÂMETROS DE OPERAÇÃO

3 - AQUISIÇÃO DE DADOS

Tanto em terra quanto no mar, a aquisição de dados sísmicos consiste na geração de uma perturbação mecânica em um ponto da superfície e o registro das reflexões em centenas (128 a 1024) de canais de recepção ao longo de uma linha reta.

Figura 04 – Levantamento marítimo 3-D. O navioreboca
baterias de canhões, que são disparos alternadamente, e vários
cabos, cujo afastamento lateral pode chegar a centenas de metros.
Fonte: (THOMAS, J.E. 2001. Fundamentos de Engenharia de Petróleo, pags. 31 e 33).
Estes canais encontram-se equidistantes (20 a 50 metros), de modo que o canal mais afastado muitas vezes encontra-se a vários quilômetros de distancia da fonte de perturbação,...
tracking img